monteeuse 750x120

Manutenção.net Notícias

oferecimento
Esqueci minha senha

Comitê de gestão de crise vai propor respostas ao desastre de Mariana

Cerca de 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos liberados no meio ambiente pelo acidente agora afetam localidades de MG e ES banhadas pelo rio Doce

Notícias - 14/11/2015

O governo criou o Comitê de Gestão e Avaliação de Respostas ao desastre ocorrido nas barragens do Fundão e de Santarém no município de Mariana (MG) e suas repercussões na bacia do rio Doce. A decisão formal está presente em decreto da presidenta Dilma Rousseff publicado no Diário Oficial da União desta sexta-feira (13).

In-Haus 750x120

O objetivo do Comitê de Gestão e Avaliação de Respostas será acompanhar as ações de socorro, de assistência, de restabelecimento de serviços essenciais afetados, de recuperação de ecossistemas e de reconstrução decorrentes do desastre registrado na última semana, quando houve o rompimento das barragens.

Com o acidente, cerca de 62 milhões de metros cúbicos de rejeitos foram liberados no meio ambiente, o suficiente para encher 24,8 mil piscinas olímpicas. Os rejeitos estão atingindo 15 municípios de Minas Gerais e do Espírito Santo cruzados pelo rio Doce, que recebeu a onda de lama proveniente das barragens.

O comitê contará com representantes da Casa Civil da Presidência da República (que será responsável pela coordenação do grupo), dos ministérios da Integração Nacional, Justiça, Defesa, Minas e Energia, Meio Ambiente e da Cultura e da Advocacia-Geral da União. Poderão ser convidados representantes de outros órgãos federais, dos governos dos Estados de Minas Gerais e do Espírito Santo, dos Ministérios Públicos Estaduais e do Ministério Público Federal.

A tarefa do grupo é monitorar os procedimentos adotados para solucionar as demandas da população atingida, acompanhar as medidas de recuperação e de restauração, coordenar a ação dos órgãos federais, estaduais e municipais e dos entes privados envolvidos, monitorar a ação fiscalizatória das entidades envolvidas, propor aos órgãos competentes estudos ou medidas e apoiar a atuação do Sistema Nacional de Proteção e Defesa Civil.

Fonte Original da Notícia: Portal Brasil, com informações do Diário Oficial da União

In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
CityPubli 750 x 120