oferecimento
Esqueci minha senha
Paulo Walter

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Interessado em comprar ações da WEG? Saiba mais sobre a empresa.

Quem trabalha com informação, como é o meu caso, todo dia é dia de garimpar assuntos que possam ser de meu interesse e da turma da Engenharia, da Manutenção e de Facilities.

Hoje visitei um blog muito interessante, que não conhecia, chamado História de Investidor

Segundo o próprio autor, o Blog História de Investidor completou um ano de existência e está agora se debruçando sobre uma série intitulada “Estudos Fundamentalistas”. São estudos de empresas reais, a partir da análise fundamentalista, de bastante informação de qualidade para quem investe em ações no mercado financeiro.

Recomendo a leitura do post Estudos fundamentalistas: análise da Weg.

Abraços

Paulo Walter

09/11/2016
Interessado em comprar ações da WEG? Saiba mais sobre a empresa." addthis:description="Estudos fundamentalistas da WEG. Interessantes informações para quem quer comprar ações da empresa.">

O Mapa do Trabalho Industrial do SENAI mostra que Demanda por Qualificação Profissional no Brasil é de 13 milhões de trabalhadores até 2020

O Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), mostra que o país tem uma fantástica demanda de qualificação de profissionais entre 2017 e 2020, nas 13 áreas industriais alvo do trabalho.
“O Mapa do Trabalho Industrial é elaborado a partir de cenários que estimam o comportamento da economia brasileira e dos seus setores. A pesquisa projeta o impacto sobre o mercado de trabalho e estima a demanda por formação profissional (inicial e continuada). As projeções e estimativas são desagregadas no campo geográfico, setorial e ocupacional, e servem como parâmetro para o planejamento da oferta de cursos do Senai”, diz trecho da metodologia da pesquisa.
Alguns números das áreas que demandam formação profissional: mineração, 130.329 trabalhadores; construção, 450.591; meio ambiente e produção, 234.726; metalmecânica, 185.182; alimentos, 133.440; vestuário e calçados, 107.418; energia, 71.649; veículos, 52.930; tecnologias da informação e comunicação 50.005; petroquímica e química, 30.660; madeira e móveis, 27.163; papel e gráfica, 15.516 e pesquisa, desenvolvimento e design, 8.442.
Veja apresentação em Power Point, preparada pelo SENAI,  mostrando os macro dados deste levantamento.
http://arquivos.portaldaindustria.com.br/app/conteudo_18/2016/10/19/12033/ApresentaoMapadoTrabalhoIndustrial20172020.pdf
Abraços
Paulo Walter
Consultoria em Gestão de Serviços
Logo Tecnofink
03/11/2016
O Mapa do Trabalho Industrial do SENAI mostra que Demanda por Qualificação Profissional no Brasil é de 13 milhões de trabalhadores até 2020" addthis:description="O Mapa do Trabalho Industrial, elaborado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), mostra que o país tem uma fantástica demanda de qualificação de profissionais entre 2017 e 2020, nas 13 áreas industriais alvo do trabalho. “O Mapa do Trabalho Industrial é elaborado a partir de cenários que estimam o comportamento da economia brasileira e […]">

SKF lança concurso para apoio a TCC de engenheiros em formação

O programa SKF TCC visa colaborar no processo de formação de engenheiros no Brasil, apoiando a produção dos trabalhos finais de alunos de engenharia que estão encerrando seus cursos.

O incentivo aos selecionados está ligado a projetos que estejam alinhados com os temas mais ligados aos negócios da SKF:

O número de projetos que serão aceitos será de 50, que passarão por avaliação de uma banca julgadora e, após esse período, apenas 5 serão selecionados para serem apoiados durante o ano de 2017.

28/10/2016
SKF lança concurso para apoio a TCC de engenheiros em formação" addthis:description="O programa SKF TCC visa colaborar no processo de formação de engenheiros no Brasil, apoiando a produção dos trabalhos finais de alunos de engenharia que estão encerrando seus cursos. O incentivo aos selecionados está ligado a projetos que estejam alinhados com os temas mais ligados aos negócios da SKF: Soluções tecnológicas em equipamentos rotativos Monitoramento […]">

Mercado de Óleo e Gás: FMC e TECHNIP vão se juntar e criar empresa de mais de 13 bilhões de dólares

As duas gigantes de serviços da área de óleo e gás estão bem próximas de completar sua fusão.

A americana FMC Technologies Inc., que tem base em Houston – Texas, e a parisiense TECHNIP concordaram em realizar suas reuniões de acionistas no dia 05 de dezembro e votar sobre a combinação das duas empresas, de acordo com um comunicado conjunto.

Elas pretendem se fundir, em uma transação que só envolve troca de ações, para criar uma nova empresa com valor de mercado de US$ 13 bilhões, mantendo suas atividades como empresa de serviços para exploração e produção de campos de petróleo on-shore e off-shore.

Macaé via ter novidades.

Logo Tecnofink

28/10/2016
Mercado de Óleo e Gás: FMC e TECHNIP vão se juntar e criar empresa de mais de 13 bilhões de dólares" addthis:description="As duas gigantes de serviços da área de óleo e gás estão bem próximas de completar sua fusão. A americana FMC Technologies Inc., que tem base em Houston – Texas, e a parisiense TECHNIP concordaram em realizar suas reuniões de acionistas no dia 05 de dezembro e votar sobre a combinação das duas empresas, de […]">

2º Congresso de Saneamento do NE ocorrerá em Natal

ASSEMAE – 2º Congresso de Saneamento do NE ocorrerá em Natal

A nova data do evento são os dias 08 e 09 de dezembro. A iniciativa é uma realização da Assemae A Assemae informa que o local e a data de realização do 2º Congresso de Saneamento do Nordeste foram alterados.

28/10/2016
2º Congresso de Saneamento do NE ocorrerá em Natal" addthis:description="Congresso de Saneamento do NE ocorrerá em Natal de 08 e 09 de dezembro de 2016.">

Samae Jaraguá do Sul abre processo seletivo

A inscrição deve ser feita de 10 a 17 de novembro, via internet.

O Samae de Jaraguá do Sul publicou hoje (27) o edital nº 001/2016 do Processo Seletivo Público Simplificado. A seleção destina-se a contratação temporária de cinco Operadores de Estações de Tratamento de Água e Esgoto e dois Agentes de Operações Hidráulicas, por prazo determinado de seis meses, podendo ser prorrogado dois anos. O edital tem como objetivo preencher vagas onde faltam profissionais e, com isso, não interromper a prestação de serviços.

A inscrição deve ser feita via internet (online) e consiste no preenchimento da ficha de inscrição, de 10 a 17 de novembro de 2016. As provas estão previstas para acontecer no dia 04 de dezembro de 2016.

Mais informações no edital nº 001/2016, disponível no site www.samaejs.com.br/concursos.

Fonte: Samae Jaraguá do Sul

28/10/2016
Samae Jaraguá do Sul abre processo seletivo" addthis:description="O Samae de Jaraguá do Sul publicou dia 27 o edital nº 001/2016 do Processo Seletivo Público Simplificado. A seleção destina-se a contratação temporária de cinco Operadores de Estações de Tratamento de Água e Esgoto e dois Agentes de Operações Hidráulicas, por prazo determinado de seis meses, podendo ser prorrogado dois anos. ">

Weg tem queda de 3% no lucro do 3o trimestre

O conglomerado industrial brasileiro  WEG, que fabrica de motores elétricos a  tintas industriais e vernizes, incluindo transformadores de potencia e sistemas de automação, teve lucro líquido de 257 milhões de reais no terceiro trimestre, uma queda de 3,2 por cento sobre o resultado obtido no mesmo período do ano passado.

A geração de caixa medida pelo lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) foi de 338 milhões de reais, queda de 14,4 por cento na comparação o terceiro trimestre de 2015.
A margem no período passou de 15,5 para 15,1 por cento.

 

26/10/2016
Weg tem queda de 3% no lucro do 3o trimestre" addthis:description="O conglomerado industrial brasileiro WEG, que fabrica de motores elétricos a tintas industriais, teve lucro líquido de 257 milhões de reais no terceiro trimestre, uma queda de 3,2 por cento sobre o resultado obtido no mesmo período do ano passado.">

Evento para Distribuidores e Parceiros de Negócios da TIMKEN, mostra painel estratégico para 2017

Semana passada fui convidado pelo pessoal da TIMKEN para participar de seu evento anual com seus Distribuidores e parceiros de negócios, vindos de todo o Brasil. O encontro foi em São Paulo e teve uma programação bem variada, com palestras de consultores convidados, como eu, e a apresentação sobre estratégias de negócios, do marketing à eficiência logística para aumento da competitividade da empresa e sua rede nacional de atendimento ao cliente final. Também foram apresentados os novos produtos que TIMKEN vai agregar à sua linha de fornecimento ao longo de 2017.

Meu assunto, num dia de muita informação de qualidade, foi tratar do tema “Indicadores de Manutenção e as Perspectivas para 2017”.

Por quase 2 horas tive a oportunidade de muita troca de informação pois, além da presença do pessoal da alta gestão da própria TIMKEN no Brasil e na América Latina, os parceiros de negócios da empresa aportaram muitas considerações sobre a situação da Manutenção dentro das empresas brasileiras, indicando também suas visões particulares para o negócio MRO (Maintenance, Repair, Operation) em terras brasilis para o ano que vem e os demais.

Em geral o pessoal mostrou otimismo quanto a recuperação da economia, em alinhamento com o que nossos colegas da Manutenção espalhados pelo país vêem dizendo nas pesquisas que realizamos através do site www.indicadoresdegestao.com

cah_7822

Eventos como esse da TIMKEN são fundamentais para empresas que buscam incessantemente a liderança no estado da arte em tecnologia de produtos e serviços, mas dão a devida atenção aos seus parceiros de negócios, mantendo-os informados das novidades, ameaças e oportunidades, mas principalmente ouvindo-os para saber como melhor fazer acontecer suas realidades frente aos clientes finais.

25/10/2016
Evento para Distribuidores e Parceiros de Negócios da TIMKEN, mostra painel estratégico para 2017" addthis:description="Evento da TIMKEN em São Paulo reuniu mais de 30 Distribuidores e parceiros de negócios, vindos de todo o Brasil. Com uma programação bem variada, versou sobre estratégias de negócios, marketing, eficiência logística, competitividade, atendimento ao cliente final.">

Conheça 5 cursos gratuitos do SENAI totalmente online

5 cursos gratuitos do SENAI totalmente online

SISTEMA INDÚSTRIA NAS REDES SOCIAIS CNI: Facebook |Twitter |Instagram |Google Plus |LinkedIn |Youtube |Soundcloud SENAI: Facebook |Twitter |Instagram |Spotify |Youtube SESI: Facebook |Youtube |LinkedIn IEL: Facebook |Twitter |Instagram |LinkedIn

Logo Tecnofink

25/10/2016
Conheça 5 cursos gratuitos do SENAI totalmente online" addthis:description="São opções nas áreas de Mecânica, Logística, Empreendedorismo e até criação de sites. Além de serem de curta duração, você pode fazer de qualquer região do Brasil">

Petrobras: Novo sistema de gestão é parte essencial do Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021

Rio Oil & Gas: Petrobras detalha novos rumos – Engenharias.net

Petrobras fortalecerá gestão A adoção de um novo sistema de gestão é parte essencial do Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021. Em almoço-palestra sobre os novos caminhos da companhia neste dia de abertura da Rio Oil & Gas, o diretor de Estratégia, Organização e Sistema de Gestão da Petrobras, Nelson Silva, disse que a Petrobras adotará novas ferramentas para a gestão de custos e riscos, assim como a meritocracia e sistema de consequências.

25/10/2016
Petrobras: Novo sistema de gestão é parte essencial do Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021" addthis:description="Petrobras indica que a adoção de um novo sistema de gestão é parte essencial do Plano Estratégico e Plano de Negócios e Gestão 2017-2021">

Programa 100% Seguro do SESI vai da Construção Civil à Mineração

O Serviço Social da Indústria (Sesi) anunciou durante a palestra de Saúde e Segurança na 24ª edição do World Mining Congress (WMC 2016), no Rio de Janeiro (RJ), a inclusão da indústria mineradora no programa 100% Seguro. Com isso, o Sesi vai disponibilizar gratuitamente 50 vídeos abordando temas sensíveis para a segurança do setor, como manutenção de resíduos ou trabalho em áreas confinadas, entre outros.

Com duração de seis minutos cada, os vídeos são objetivos e didáticos e serão usados como ferramenta de treinamento das equipes para reforçar a saúde e segurança nas mineradoras .Ao final da exibição, o trabalhador poderá responder perguntas sobre o tema abordado e fazer uma breve avaliação. O diretor de Operações do Sesi, Marcos Tadeu Siqueira, explicou que o participante que acertar três das cinco questões propostas ganhará um certificado de aprendizagem.

A mineração é o segundo setor da economia a ser incluído no 100% Seguro. “Isso mostra todo o comprometimento do Sesi com o desenvolvimento dessa indústria”, concluiu.

Os vídeos da série 100% Seguro estão disponíveis nas versões completa e resumida, além de versões com legendas em inglês e espanhol.

Portal da Indústria :: SESI :: PNSST-IC

(null)

20/10/2016
Programa 100% Seguro do SESI vai da Construção Civil à Mineração" addthis:description="O Serviço Social da Indústria (Sesi) anunciou durante a palestra de Saúde e Segurança na 24ª edição do World Mining Congress (WMC 2016), no Rio de Janeiro (RJ), a inclusão da indústria mineradora no programa 100% Seguro. Com isso, o Sesi vai disponibilizar gratuitamente 50 vídeos abordando temas sensíveis para a segurança do setor, como […]">

Inovação e Criatividade Marcam a Final do Prêmio Universitário ABERJE NOWMC

Inovação e Criatividade Marcam a Final do Prêmio Universitário ABERJE NOWMC – Engenharias.net

A 6ª edição do PUA, organizada pela Associação Brasileira de Jornalismo Empresarial (Aberje) e patrocinada pela Vale, convocou estudantes de todo o Brasil para criar um projeto para contribuir para desmitificar a mineração com o tema “‘A indústria da Mineração é mais do que o quê você vê”.

20/10/2016
Inovação e Criatividade Marcam a Final do Prêmio Universitário ABERJE NOWMC" addthis:description="A 6ª edição do PUA, organizada pela Associação Brasileira de Jornalismo Empresarial (Aberje) e patrocinada pela Vale, convocou estudantes de todo o Brasil para criar um projeto para contribuir para desmitificar a mineração com o tema “‘A indústria da Mineração é mais do que o quê você vê”">

Quase 500 mil linhas móveis foram desativadas em agosto no país

Quase 500 mil linhas móveis foram desativadas em agosto no país – Engenharias.net

De acordo com os dados mais recentes disponibilizados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o mês de agosto de 2016 registrou 252.081.484 linhas móveis em operação, uma queda de 492.357 linhas em comparação ao mês anterior. Enquanto a comparação com julho de 2016 registra uma queda de 0,19%, em relação a agosto de 2015 a redução foi de 9,98%.

17/10/2016
Quase 500 mil linhas móveis foram desativadas em agosto no país" addthis:description="Quase 500 mil linhas móveis foram desativadas em agosto no país">

Tendencias: Transformação Digital

TECNOFINK 20 ANOS

11/10/2016
Tendencias: Transformação Digital" addthis:description="">

‘NÃO É SÓ A RETOMADA DA CONFIANÇA QUE VAI RESOLVER’, DIZ ECONOMISTA SOBRE A CRISE BRASILEIRA EM REUNIÃO NA FIESP

‘Não é só a retomada da confiança que vai resolver’, diz economista sobre a crise brasileira em reunião na Fiesp

Professor do Departamento de Economia da Hobart and William Smith Colleges de Nova Iorque, nos Estados Unidos, Felipe Rezende foi o convidado do encontro do Conselho Superior de Economia da federação na manhã desta segunda-feira (10/10)

11/10/2016
‘NÃO É SÓ A RETOMADA DA CONFIANÇA QUE VAI RESOLVER’, DIZ ECONOMISTA SOBRE A CRISE BRASILEIRA EM REUNIÃO NA FIESP" addthis:description="‘Não é só a retomada da confiança que vai resolver’, diz economista sobre a crise brasileira em reunião na Fiesp Professor do Departamento de Economia da Hobart and William Smith Colleges de Nova Iorque, nos Estados Unidos, Felipe Rezende foi o convidado do encontro do Conselho Superior de Economia da federação na manhã desta segunda-feira […]">

Indústria tem 33 cursos e 990 vagas de capacitação empresarial gratuitas

Indústria tem 33 cursos e 990 vagas de capacitação empresarial gratuitas

http://cni.org.br/noticias/123465978 10/10/2016 Organizados por sindicatos empresariais, cursos resultam de parceria entre CNI, Sebrae e federações Publicado em 10/10/2016 pela Agência CNI de Notícias Estão abertas inscrições para 990 vagas em cursos gratuitos para gestores de empresas industriais em 14 estados brasileiros.

11/10/2016
Indústria tem 33 cursos e 990 vagas de capacitação empresarial gratuitas" addthis:description="Indústria tem 33 cursos e 990 vagas de capacitação empresarial gratuitas http://cni.org.br/noticias/123465978 10/10/2016 Organizados por sindicatos empresariais, cursos resultam de parceria entre CNI, Sebrae e federações Publicado em 10/10/2016 pela Agência CNI de Notícias Estão abertas inscrições para 990 vagas em cursos gratuitos para gestores de empresas industriais em 14 estados brasileiros.">

Receita Federal simplifica aplicativo para abertura de empresa

Está disponível, desde agosto, no site da Receita Federal, o novo aplicativo conhecido como ‘coleta web’, para a liberação do CNPJ de empresas novas.

Por meio dele, também é possível alterar dados cadastrais e dar baixa na inscrição de uma empresa. O objetivo é permitir que o cidadão abra ou regularize sua empresa de forma simplificada, sem burocracia, evitando a ida a diversas repartições.

O sistema simplifica o preenchimento dos dados exigidos, entretanto, não deve alterar o prazo para a resposta do fisco na liberação de um CNPJ, por conta do volume de cruzamentos de dados realizados com outras fontes de informações, provenientes dos estados e de alguns municípios que integram o cadastro sincronizado. O cadastro da nova empresa só é liberado depois de uma checagem completa nesse gigantesco banco de dados que a Receita vem armazenando nos últimos anos. O cadastro sincronizado entre União, estados e municípios ainda não foi completamente concluído.

A Receita Federal agora considera como a data de abertura da empresa o dia do registro na Junta Comercial, nos casos de deferimento da solicitação de abertura. Antes, o fisco considerava a data de assinatura do contrato social.

Fonte: Boletim Casillo Advogados

24/09/2016
Receita Federal simplifica aplicativo para abertura de empresa" addthis:description="Está disponível, desde agosto, no site da Receita Federal, o novo aplicativo conhecido como ‘coleta web’, para a liberação do CNPJ de empresas novas.">

OXIFREE – Ideal para preservação de equipamentos e pontos de grande risco

veja que solução interessante e de alto rewtorno para quem lida com preservação de mancais, válvulas e flanges, evitando vazamentos e aumentando a vida útil dos ativos
Comercializado pela TECNOFINK

23/09/2016
OXIFREE – Ideal para preservação de equipamentos e pontos de grande risco" addthis:description="OXIFREE é para quem lida com preservação de mancais, válvulas e flanges, evitando vazamentos e aumentando a vida útil dos ativos Comercializado pela TECNOFINK">

Revisão do Planejamento da Manutenção. Necessidade ou imposição?

Não importa qual seja a atividade da empresa ou o tamanho dela, de tempos em tempos é necessário dar uma revisitada em tudo o que a empresa faz ou se propõe a fazer.
Um 5W+2H geral traz à tona uma verificada no negócio, podendo propiciar muitas e boas economias, acabar com desperdícios, apontar possíveis melhorias e ganhos de curto e longo prazo, dar uma ajuda crucial na competitividade, melhorar a segurança dos trabalhadores e o ambiente de trabalho, aumentar a lucratividade e por aí vai.

Pelos mesmos motivos, toda empresa, de tempos em tempos, precisa dar uma revisada em suas políticas e práticas em Gestão de Ativos.

Os desafios e as condições de trabalho não são estáveis em nossas empresas e a Manutenção, obrigatoriamente, deve estar em constante evolução, para dar conta da parte que lhe cabe no esforço de maior produtividade e competitividade de nossas empresas.

Um bom serviço especializado em Diagnóstico da Manutenção e também de Revisão de Planos de Manutenção, se feito com a abordagem correta, permite implantar e ou atualizar:
– análise de indicadores;
– adesão de execução em relação ao planejado;
– análise de perdas de tempo por indisponibilidade dos equipamentos;
– análise de perdas de tempo por desempenho dos equipamentos abaixo do necessário;
– análise de problemas e ou perdas por “setup” ou equipamento “gargalo” para a produção:
– análise de históricos de perda de tempo com improdutividade da mão de obra;
– riscos que possam afetar a segurança das pessoas – equipamentos e instalações;
– possibilidades racionalização de custo de manutenção ou custo operacional por influência dos equipamentos;
– reduções ou ganhos em relação ao tempo em paradas programadas e grandes paradas.

Alguns exemplos de itens que podem ser tratados no desenvolvimento da releitura do Planejamento e Programação da Rotina, de Grandes Paradas e possibilidades em Manutenção Condicional, Planos de Inspeção:
 Revisão e levantamento cadastral dos dados técnicos dos equipamentos.
 Identificação física no campo dos equipamentos – TAG.
 Levantamento da documentação técnica existente e faltante
 Levantamento de documentação administrativa, certificações, auditorias, licenças.
 Levantamento do status da documentação de conformidade com as normas do MTE (NR-10, NR-12, NR-13, NR-22, NR-35 e outras).
 Revisão ou elaboração da classificação de criticidade dos equipamentos.
 Revisão da estrutura de árvore de áreas, equipamentos, conjuntos, subconjuntos, componentes.
 Status da definição de funções por grupo de equipamentos.
 Verificação dos Modos de Falhas dos equipamentos.
 Definição dos planos de manutenção por equipamento com base nas melhores práticas de manutenção aplicáveis aos ativos em questão.
 Revisão ou elaboração do plano de desenvolvimento humano para profissionais comprometidos com a função planejamento.
 Revisão ou elaboração dos planos de manutenção e de inspeção.
 Revisão ou elaboração dos planos de lubrificação industrial.
 Revisão ou elaboração dos indicadores de planejamento de manutenção.
 Revisão ou elaboração dos fluxogramas para o trâmite das ações e documentos utilizados no processo de planejamento, inspeção e execução de manutenção, suprimento, áreas de apoio.
 Revisão ou elaboração da Matriz de Responsabilidades do Planejamento de Manutenção e áreas de inspeção, execução e apoio, comprometidos com o processo.
 Revisão ou elaboração dos procedimentos técnicos e de segurança e respeito ao meio ambiente para execução de serviços de manutenção.
 Revisão de práticas de liberação de Equipamentos para a Manutenção e retorno à Operação.
 Revisão de processos de aceite para serviços próprios e de terceiros.
 Revisão de status de ANS (Acordo de Nível de Serviços) em contratos e em tratamento interno.
 Revisão das práticas de autorização e registro de mudanças em equipamentos e instalações, com atualização de documentação.
 Revisão das práticas de preservação de equipamentos quando fora de operação e ou stand-by.
 Revisão ou elaboração da lista de pontos críticos a serem priorizados do ponto de vista de perdas e custos reais ou potenciais.
 Revisão ou elaboração do Manual Geral do Planejamento de Manutenção, formalizando as melhores práticas de classe mundial e as referências técnicas que norteiam a função planejamento.
 Revisão ou elaboração do Manual Geral de Grandes Paradas.
 Revisão e Validação dos fluxogramas, Matriz de Responsabilidades e organograma das Paradas.
 Planejamento e programação dos serviços de manutenção e operação da Paradas Setoriais e Grandes Paradas.
 Revisão das macro-especificações técnicas para aquisição de materiais e contratações de serviços, abrangendo a solicitação e acompanhamento do processo de compra de materiais e outros recursos.
 Verificação do processo de planejamento de Paradas Setoriais e Grandes Paradas, para as fases de Pré-Parada, Parada e Pós-Parada.
 Revisão ou elaboração do Relatório Gerencial e Técnico para demonstração da eficácia e resultados relativos ao planejamento de manutenção, Gestão da Rotina e Gestão de Paradas.
 Balanço de recursos disponíveis para o novo Plano de Manutenção gerado.
 Implantação de FMEA
 Implantação de DASHBOARD

Recentes pesquisas mostram que, mesmo sem investimento em novos equipamentos, as modificações feitas nos equipamentos antigos e na modernização de partes deles, trazem modificações de peso da ordem de 35% a cada 2 anos, em média, no Brasil. É muita mudança e que na maioria das vezes não está contemplada no Planejamento Plurianual da Manutenção.

Abraços

Paulo Walter
Consultor em Gestão de Serviços
paulo.roberto@limawalter.com.br
Twitter: @manutencaonet
http://www.facebook.com/manutencao.net
www.manutencao.net

Participe dos nossos grupos no Linkedin:
Manutenção e Gestão de Ativos
Facilities e Gestão de Serviços
COPIMAN

22/09/2016
Revisão do Planejamento da Manutenção. Necessidade ou imposição?" addthis:description="Não importa qual seja a atividade da empresa ou o tamanho dela, de tempos em tempos é necessário dar uma revisitada em tudo o que a empresa faz ou se propõe a fazer. E na Manutenção isso é mais que fundamental.">

Linkedin para negócios em Manutenção e Facilities

O Linkedin divulgou em maio passado que havia ultrapassado os 25 milhões de profissionais cadastrados no Brasil, o que significa, dentre seu público usuário, a terceira posição no cenário mundial, ultrapassado somente pelos EUA (128 milhões de usuários) e Índia (35 milhões).
Dados de recentes pesquisas da RBM – Rede Brasileira de Manutenção (portal www.manutencao.net), dão conta de que 92% dos profissionais das áreas de Gestão de Ativos Físicos, Manutenção e Facilities, que ocupam cargos de supervisão ou superiores, usam o LinkedIn como sua principal fonte de informação e relacionamento profissional.
Segundo a mesma pesquisa, 62% desses profissionais acessam o site pelo menos 3 vezes por semana.
Porque o LINKEDIN é uma rede social top para negócios?
Enquanto muita gente ainda vê o Linkedin como um site apenas para busca de emprego, muitas empresas já o exploram para melhorar a exposição de suas marcas, alavancar vendas e aumentar a proximidade de seus serviços e produtos de um público muito qualificado.
Considerada atualmente como o maior “hub” de troca de informações profissionais e de tecnologia do mundo, superando em muito concorrentes como Facebook, Google e Twitter, o Linkedin permite as pessoas encontrarem umas as outras, formar comunidades, saber das novidades, ler o que pensam os formadores de opinião e, sim, fazer network.
Para as empresas isto significa que a rede tem o potencial de repercutir as opiniões de seus líderes mas também de seus admiradores, usuários, seguidores.
É o local adequado para compartilhar as novidades e notícias que interessam a seus negócios, para uma audiência qualificada sedenta por atualizações, que tenham valor agregado, e sejam alimentadas com a frequência adequada.
As empresas que melhor se valem do Linkedin o fazem em três principais pontos:
– Atualização contínua sobre seus produtos e serviços, mas também de conteúdo que seja útil a quem lhe dá audiência;
– Produzem, com disciplina, formas de engajamento para manter sua marca em evidencia e presente nos interesses das comunidades específicas que necessita atingir;
– Participam e incentivam conversações relevantes nos temas que são de interesse de sua audiência.
Há empresas na Europa e EUA que já usam o Linkedin como ponto de atendimento on-line, com pessoal disponível 24/7 para responder solicitações, esclarecimentos, suporte e atender reclamações.
No modelos antigos as empresas corriam atrás dos clientes.
As redes sociais, com o Linkedin em posição de destaque, permitem os clientes saberem se existem, onde e como estão as marcas que lhe interessam.
Abraços
Paulo Walter
paulo.roberto@limawalter.com.br

22/09/2016
Linkedin para negócios em Manutenção e Facilities" addthis:description="O Linkedin divulgou em maio passado que havia ultrapassado os 25 milhões de profissionais cadastrados no Brasil, o que significa, dentre seu público usuário, a terceira posição no cenário mundial, ultrapassado somente pelos EUA (128 milhões de usuários) e Índia (35 milhões). Dados de recentes pesquisas da RBM – Rede Brasileira de Manutenção (portal www.manutencao.net), […]">

Brasil: Pesquisa com Pessoal da Manutenção indica que vai melhorar, já está melhorando.

O Brasil está em fase de mudança. O novo Presidente da República foi ao encontro do G-20 para dizer isso ao mundo. A mensagem dele talvez pudesse ser resumida numa faixa dessas que encontramos amiúde em restaurantes e postos de gasolina: “Sob Nova Direção”.

Essas faixas só são colocadas em lugar de destaque quando a nova direção quer comunicar que algo vai mudar ou já mudou. Não tenho conhecimento de faixas comunicando “novos donos” ou “novos proprietários”.
Essas faixas buscam incentivar os colaboradores e, principalmente, a clientela a viver (experimentar?) o que há de novo no estabelecimento.

Sob Nova Direção
Em todos os lugares, em todas as atividades, e na Gestão de Ativos Físicos (Manutenção e Facilities) não deveria ser diferente, mudou a direção, há que se comunicar o que mudou.

A pesquisa nacional “Orçamento da Manutenção para 2017”, encerrada ao final de Agosto, mostra que 2016 muita coisa já mudou e para 2017 há muito ainda a mudar. Apertem os cintos, pois novidades boas já estão por aí.

Depois de amargar dois anos de perdas, cortes, restrições e muita incerteza, 2016 começou muito mal mas há indicativos de que vai terminar invertendo a tendencia de baixa. Se a Manutenção fosse cotada em bolsa, diria que temos agora um viés de alta. É hora de investir.

Orçamento da Manutenção para 2017
Orçamento é algo que deve ser feito com uma base de dados confiável. Há um encadeamento de informações a se respeitar:
– Começa com a área de marketing (em algumas empresas há um setor chamado BI – Business Inteligence) que monta um cenário (ou vários), analisando a conjuntura do país; como os seus clientes estarão se comportando e comprando; como a concorrência está e estará se comportando; etc.
– A área de Vendas, com base no que diz o pessoal de Marketing, faz suas projeções de vendas;
– A turma da Produção diz o que vai precisar para entregar o que se imagina será vendido;
– Finalmente, lá no fim da fila, a Manutenção diz o que pode garantir de Disponibilidade e Confiabilidade nos Ativos para que se produza o que se vendeu, com os recursos para tal.

O Orçamento da Manutenção é então, todo ano, uma reflexão qualificada sobre o que vem por aí, no próximo exercício fiscal.

Números positivos, com o pé no chão
A pesquisa da RBM – Rede Brasileira de Manutenção, colheu informações de 1007 profissionais de 682 empresas. É uma amostragem qualificada para dar o norte a quem está agora debruçado sobre os planos para um ano de retomada (espera-se!).

Os números falam por si:
– Produção crescendo – Num cenário para 2017, com relação a produção e faturamento, para montar o Orçamento, 47,6% das empresas estão se preparando para crescer e menos de 28% acham que vão diminuir;
– Gastos de Manutenção Sob Controle – para 2017 o Orçamento da Manutenção vais ficar igual ou crescer em 65% das empresas e, em contra-partida, deve diminuir em 35% delas.
– Diante do que está sendo orçado para 2017 (leia-se recursos disponíveis) as maiores preocupações da alta gestão da Manutenção são com o custo de Materiais e Peças de Reposição (66%) e a Confiabilidade dos Equipamentos a ser entregue (quase 50%).

2017: 33% das empresas preveem aumentar seus investimentos em treinamento de pessoal

A pesquisa nos traz informações interessantes como a de que, no Brasil da crise, quase 78%  das empresas têm o Custo de Manutenção em Relação ao Faturamento situado entre 1 e 10%. E para 2017 espera-se que este custo caia 5 pontos percentuais, em média. Sem novidades, aqui o desafio é o de sempre que é fazer mais com menos.

Uma série de outras informações reveladas na pesquisa mostram como a Manutenção está se preparando para dar conta dos desafios de um ano carregado de esperanças e muito sangue frio na hora de fazer as boas coisas acontecerem.

Pelo visto vamos terminar 2016 melhor do que se imaginava a poucos meses atrás.
Então, que venha 2017. Estamos preparados!

Abraços

Paulo Roberto Walter
Diretor de Inovação e Pesquisas de Mercado
RBM – Rede Brasileira de Manutenção
paulo.walter@manutencao.net

 

22/09/2016
Brasil: Pesquisa com Pessoal da Manutenção indica que vai melhorar, já está melhorando." addthis:description="A pesquisa da RBM - Rede Brasileira de Manutenção, colheu informações de 1007 profissionais de 682 empresas. É uma amostragem qualificada para dar o norte a quem está agora debruçado sobre os planos para um ano de retomada (espera-se!).">
345671020