monteeuse 750x120

Manutenção.net Notícias

oferecimento
Esqueci minha senha

Gastos com energia elétrica nas Olimpíadas extrapolam orçamento e chegam a 460 mi

Grupos Geradores são estratégicos e fundamentais em determinadas arenas

Elétrica, Notícias - 06/11/2015

No Painel da Transparencia das Olimpiadas 2016, de responsabilidade da Controladoria Geral da União, está escrito que os investimentos em energia elétrica para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos 2016 contemplam obras de geração, transmissão e distribuição. A implantação de uma subestação dedicada exclusivamente ao fornecimento para o Parque Olímpico do Rio será construída na Região da Barra.

In-Haus 750x120

Os projetos são de responsabilidade do Governo Federal, por meio da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Energia Olímpica S.A, assinada entre a estatal Furnas – subsidiária da Eletrobras – e a distribuidora Light. O custo total estimado é de R$ 159,2 milhões.

Está previsto que o financiamento seja do Governo Federal
Execução: Setor Privado

Geradores fora do Orçamento Inicial

De acordo com reportagem de hoje do jornal “O Globo”, há em aberto a contratação de geradores para o Parque Olímpico, que estria em fase de definição. Esse sistema de energia auxiliar deverá custar R$ 460 milhões, com valores repartidos entre os governos federal e estadual do Rio de Janeiro, e será de responsabilidade da Light. Esta despesa extra fará o orçamento estatal das Olimpíadas ultrapassar a marca de R$ 7 bilhões.

Inicialmente, a responsabilidade pela contratação dos geradores cabia ao Comitê Rio 2016. Em 2014, este mesmo serviço havia sido orçado em R$ 250 milhões. Mas a transferência do contrato para a Light e a disparada da cotação do dólar inflacionaram a operação.

Falta ainda incluir a conta da energia propriamente dita, uma vez que que as instalações das Olimpíadas devem permanecer ligadas pelas duas semanas que duram o evento.

In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
In-Haus 750x120