Manutenção.net Notícias

oferecimento
Esqueci minha senha

Firjan realiza evento para discutir a geração de energia renovável

Notícias - 22/02/2019

Rio de Janeiro - A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) realizou, na última semana, no Rio de Janeiro, o seminário “A revolução energética do sistema elétrico brasileiro: oportunidades de inovação e investimentos” com o objetivo de discutir a geração de energia por meio de fontes renováveis no país. A iniciativa foi promovida por meio de uma parceria com a Embaixada da Itália no Brasil, a Agência Italiana para Internacionalização de Empresas (ICE) e a Câmara de Comércio e Indústria Ítalo-Brasileira do Rio de Janeiro.  Na ocasião, o vice-presidente da Firjan, Sérgio Malta, falou do potencial do país nesse ramo e destacou que a transição energética será baseada em energias renováveis, carros elétricos e smart grids (redes inteligentes de energia).“O país possui recursos naturais que permitem a realização de projetos totalmente sustentáveis, de rápida construção e de custos de geração competitivos. Temos que avançar nos gargalos para atrair mais investimentos. Nesse cenário, parcerias público-privadas e inovação são essenciais”, declarou Malta, que também preside o Conselho Empresarial de Energia Elétrica da federação.   Já o diretor do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Barata, falou sobre as oportunidades de cooperação com a Itália e outros países. Entre os projetos apontados por ele, estão a troca de experiências sem custo, projetos específicos e memorandos de entendimento de pesquisa e desenvolvimento vinculados a empresas estrangeiras que atuam no Brasil.  Segundo Barata, em 2018, a energia eólica já representava 9,9% da geração do país. A expectativa é de que, em cinco anos, com o crescimento da utilização de energias renováveis, as fontes eólica e fotovoltaica cresçam em 25% e 282%, respectivamente. O diretor da ONS acredita que não deverá haver dificuldades no abastecimento energia elétrica do país já que o país tem grande vocação para a geração de energias renováveis.Rio de Janeiro – A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan) realizou, na última semana, no Rio de Janeiro, o seminário “A revolução energética do sistema elétrico brasileiro: oportunidades de inovação e investimentos” com o objetivo de discutir a geração de energia por meio de fontes renováveis no país. A iniciativa foi promovida por meio de uma parceria com a Embaixada da Itália no Brasil, a Agência Italiana para Internacionalização de Empresas (ICE) e a Câmara de Comércio e Indústria Ítalo-Brasileira do Rio de Janeiro.

Na ocasião, o vice-presidente da Firjan, Sérgio Malta, falou do potencial do país nesse ramo e destacou que a transição energética será baseada em energias renováveis, carros elétricos e smart grids (redes inteligentes de energia).“O país possui recursos naturais que permitem a realização de projetos totalmente sustentáveis, de rápida construção e de custos de geração competitivos. Temos que avançar nos gargalos para atrair mais investimentos. Nesse cenário, parcerias público-privadas e inovação são essenciais”, declarou Malta, que também preside o Conselho Empresarial de Energia Elétrica da federação.

Já o diretor do Operador Nacional do Sistema (ONS), Luiz Barata, falou sobre as oportunidades de cooperação com a Itália e outros países. Entre os projetos apontados por ele, estão a troca de experiências sem custo, projetos específicos e memorandos de entendimento de pesquisa e desenvolvimento vinculados a empresas estrangeiras que atuam no Brasil.

Segundo Barata, em 2018, a energia eólica já representava 9,9% da geração do país. A expectativa é de que, em cinco anos, com o crescimento da utilização de energias renováveis, as fontes eólica e fotovoltaica cresçam em 25% e 282%, respectivamente. O diretor da ONS acredita que não deverá haver dificuldades no abastecimento energia elétrica do país já que o país tem grande vocação para a geração de energias renováveis.

Fonte: Procel Info

Publicado por: Manutenção .NET

Nenhum comentário ainda


Converse no WhatsApp