Q
Logo Manutenção.NET

Desenvolvido por CityPubli

NOTÍCIAS:

A Internet das Coisas (IoT) como pilar fundamental para impulsionar a Indústria 4.0 no Brasil

Por Gabriel Pavão O conceito de Indústria 4.0, ou Quarta Revolução Industrial, há tempos assumiu um papel central nas discussões industriais, inclusive no contexto brasileiro. Desde a sua introdução, o setor pode se beneficiar da ascensão de novas automações e a...

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil

Livoltek anuncia primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil com investimento de R$70 milhões em Manaus Até o fim do ano, empresa também inicia fabricação de baterias de lítio e carregadores elétricos no Polo Industrial de Manaus. Com esse movimento, a...

Sumitomo Rubber do Brasil investe em serviço de inspeção de pneus aperfeiçoando o desempenho de seus produtos

Sumitomo Rubber do Brasil investe em serviço de inspeção de pneus aperfeiçoando o desempenho de seus produtos Empresa demonstra compromisso com a satisfação do cliente a partir da consultoria de inspeções de pneus de frotas Como parte do escopo do trabalho técnico da...

KAEFER expande seus negócios no Brasil com a aquisição da Teckma

Grupo KAEFER passa a ter mais de 11 mil colaboradores e está presente em operações industriais espalhadas por todo o Brasil; meta é continuar crescendo.  A KAEFER, uma empresa global no fornecimento de serviços técnicos industriais, amplia sua presença no Brasil com a...

Inovação na indústria da refrigeração contribui para a descarbonização

Inovação na indústria da refrigeração contribui para a descarbonização Artigo escrito por Guilherme Almeida, Presidente da Nidec Global Appliance Ondas de calor, chuvas intensas, secas acima da média. As consequências do aquecimento global, reforçado pela emissão de...

O uso da inteligência artificial na nova era da automação industrial

O uso da inteligência artificial na nova era da automação industrial por Regis Ataídes* Quantas vezes você acessou e utilizou o ChatGPT essa semana? E no mês passado? As ferramentas de Inteligência Artificial já estão no nosso dia-a-dia. O nosso mundo está sofrendo...

Energy Summit reunirá mais de 20 palestrantes internacionais no Rio de Janeiro

Energy Summit reunirá mais de 20 palestrantes internacionais no Rio de Janeiro Professores e pesquisadores do MIT, Representantes de organizações internacionais, Políticos norte-americanos, Empresários e Empreendedores estão entre os confirmados O Energy Summit 2024,...

Falhas no revestimento interno de tanques causam grandes prejuízos

https://youtu.be/NM1SMq3vArg?si=sk1X8OFFj3s08RLT  

Pesquisa do banco BV realizada no Web Summit revela que 52% do público acredita que inteligência artificial é a próxima tendência financeira

Pesquisa do banco BV realizada no Web Summit revela que 52% do público acredita que inteligência artificial é a próxima tendência financeira A pesquisa foi realizada no estande do BV durante a edição do Web Summit Rio deste ano São Paulo, junho de 2024 – Durante a...

Novidade no site indicadores de gestão

Acesse agora um conteúdo pra lá de exclusivo. Clique AQUI  

EXPOGESTÃO: Joinville e a programação de tirar o folego

Evento para profissionais de nivel de gestão, com palestrantes se revesando de 25 a 27 de junho de 2024 na EXPOGESTÃO, em Joinville – SC, falando de temas que merecem nossa atenção e ainda podem propiciar um fantástico network. Eu vou. Recomendo.

Webdox CLM lança portfólio de produtos de IA e pretende crescer 100% no Brasil em 2024

Webdox CLM lança portfólio de produtos de IA e pretende crescer 100% no Brasil em 2024 A startup chilena chegou em solo nacional em 2022 e já aumentou 5 vezes seu faturamento no país. A nova suíte de produtos, que integram inteligência artificial à sua plataforma de...

Madero reduz em 40% seu consumo de água e obtém lucro de R$2,3 mi com reciclagem de óleo

Madero reduz em 40% seu consumo de água e obtém lucro de R$2,3 mi com reciclagem de óleo Empresa implementa medidas inovadoras para preservar o planeta e impulsionar a economia São Paulo, Junho de 2024 – O Madero, uma das principais empresas do segmento gastronômico...

Hydro realiza o maior investimento em ações voltadas para Clima e Meio Ambiente da indústria do alumínio no Brasil

Hydro realiza o maior investimento em ações voltadas para Clima e Meio Ambiente da indústria do alumínio no Brasil Líder global em alumínio e energias renováveis, a companhia investe mais de R$ 8,8 bilhões em tecnologias inovadoras para uma operação mais sustentável...

CPFL Energia abre Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética

CPFL Energia abre Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética Propostas selecionadas terão os recursos liberados para execução em 2025 Campinas, 29 de maio de 2024. O Grupo CPFL Energia abriu Chamada Pública de Projetos (CPP) de Eficiência Energética 2024. O...

Participação da Indústria no PIB cai 12%, segundo a CNI

Excelência operacional é o caminho para o Brasil enfrentar a desindustrialização, aponta especialista O Brasil estabeleceu ações e metas para sua política industrial até 2026, previstas no programa "Nova Indústria Brasil”, do Governo Federal. Ao mesmo tempo,...

Atlas Copco anuncia novo gerador de nitrogênio com tecnologia de membrana

São Paulo, maio de 2024 - A Atlas Copco, líder global em soluções industriais, anuncia o lançamento de seu mais recente produto na linha APE: o gerador de nitrogênio com tecnologia de membrana. Este lançamento oferece aos usuários a capacidade de produzir gás...

42% dos líderes de negócios pretendem aumentar investimento em ESG

42% dos líderes de negócios pretendem aumentar investimento em ESG Estudo realizado pela Data-Makers, em parceria com a CDN, também aponta que reputação corporativa continua como principal motivo para adoção de práticas que envolvam aspectos ambiental, social e de...

ABINC na Futurecom 2024 – Reserve sua cota!

SEJA UM PATROCINADOR Pelo 3º ano, o Futurecom recebe o ABINC SUMMIT, com um Hub de IOT. O espaço na feira foi pensado para promover contatos, facilitar soluções e fortalecer diálogos, colocando a sua empresa no centro dos debates de IoT.   POR QUE DURANTE O...

Geólogo explica a degradação do planeta e alerta para os desafios que vêm pela frente

Geólogo explica a degradação do planeta e alerta para os desafios que vêm pela frente Pesquisador de mudanças climáticas, Marco Moraes revela que inundações como as que assolam o Rio Grande do Sul tendem a se tornar frequentes Aquecimento global, efeito estufa, degelo...

Prática Recomendada auxilia cidades na implementação de centros de operações

Prática Recomendada auxilia cidades na implementação de centros de operações   Documento lançado pela ABNT no COR-RJ, contribuirá para aumentar a eficiência e aprimorar a tomada de decisões pelos órgãos públicos A Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, em...
Logo Manutenção.NET

NEW

A Internet das Coisas (IoT) como pilar fundamental para impulsionar a Indústria 4.0 no Brasil

Por Gabriel Pavão O conceito de Indústria 4.0, ou Quarta Revolução Industrial, há tempos assumiu um papel central nas discussões industriais, inclusive no contexto brasileiro. Desde a sua introdução, o setor pode se beneficiar da ascensão de novas automações e a...

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil

Livoltek anuncia primeira fábrica de inversores de energia solar do Brasil com investimento de R$70 milhões em Manaus Até o fim do ano, empresa também inicia fabricação de baterias de lítio e carregadores elétricos no Polo Industrial de Manaus. Com esse movimento, a...

Sumitomo Rubber do Brasil investe em serviço de inspeção de pneus aperfeiçoando o desempenho de seus produtos

Sumitomo Rubber do Brasil investe em serviço de inspeção de pneus aperfeiçoando o desempenho de seus produtos Empresa demonstra compromisso com a satisfação do cliente a partir da consultoria de inspeções de pneus de frotas Como parte do escopo do trabalho técnico da...

KAEFER expande seus negócios no Brasil com a aquisição da Teckma

Grupo KAEFER passa a ter mais de 11 mil colaboradores e está presente em operações industriais espalhadas por todo o Brasil; meta é continuar crescendo.  A KAEFER, uma empresa global no fornecimento de serviços técnicos industriais, amplia sua presença no Brasil com a...

Inovação na indústria da refrigeração contribui para a descarbonização

Inovação na indústria da refrigeração contribui para a descarbonização Artigo escrito por Guilherme Almeida, Presidente da Nidec Global Appliance Ondas de calor, chuvas intensas, secas acima da média. As consequências do aquecimento global, reforçado pela emissão de...

O uso da inteligência artificial na nova era da automação industrial

O uso da inteligência artificial na nova era da automação industrial por Regis Ataídes* Quantas vezes você acessou e utilizou o ChatGPT essa semana? E no mês passado? As ferramentas de Inteligência Artificial já estão no nosso dia-a-dia. O nosso mundo está sofrendo...

Energy Summit reunirá mais de 20 palestrantes internacionais no Rio de Janeiro

Energy Summit reunirá mais de 20 palestrantes internacionais no Rio de Janeiro Professores e pesquisadores do MIT, Representantes de organizações internacionais, Políticos norte-americanos, Empresários e Empreendedores estão entre os confirmados O Energy Summit 2024,...

Falhas no revestimento interno de tanques causam grandes prejuízos

https://youtu.be/NM1SMq3vArg?si=sk1X8OFFj3s08RLT  

Pesquisa do banco BV realizada no Web Summit revela que 52% do público acredita que inteligência artificial é a próxima tendência financeira

Pesquisa do banco BV realizada no Web Summit revela que 52% do público acredita que inteligência artificial é a próxima tendência financeira A pesquisa foi realizada no estande do BV durante a edição do Web Summit Rio deste ano São Paulo, junho de 2024 – Durante a...

Novidade no site indicadores de gestão

Acesse agora um conteúdo pra lá de exclusivo. Clique AQUI  

EXPOGESTÃO: Joinville e a programação de tirar o folego

Evento para profissionais de nivel de gestão, com palestrantes se revesando de 25 a 27 de junho de 2024 na EXPOGESTÃO, em Joinville – SC, falando de temas que merecem nossa atenção e ainda podem propiciar um fantástico network. Eu vou. Recomendo.

Webdox CLM lança portfólio de produtos de IA e pretende crescer 100% no Brasil em 2024

Webdox CLM lança portfólio de produtos de IA e pretende crescer 100% no Brasil em 2024 A startup chilena chegou em solo nacional em 2022 e já aumentou 5 vezes seu faturamento no país. A nova suíte de produtos, que integram inteligência artificial à sua plataforma de...

Madero reduz em 40% seu consumo de água e obtém lucro de R$2,3 mi com reciclagem de óleo

Madero reduz em 40% seu consumo de água e obtém lucro de R$2,3 mi com reciclagem de óleo Empresa implementa medidas inovadoras para preservar o planeta e impulsionar a economia São Paulo, Junho de 2024 – O Madero, uma das principais empresas do segmento gastronômico...

Hydro realiza o maior investimento em ações voltadas para Clima e Meio Ambiente da indústria do alumínio no Brasil

Hydro realiza o maior investimento em ações voltadas para Clima e Meio Ambiente da indústria do alumínio no Brasil Líder global em alumínio e energias renováveis, a companhia investe mais de R$ 8,8 bilhões em tecnologias inovadoras para uma operação mais sustentável...

CPFL Energia abre Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética

CPFL Energia abre Chamada Pública de Projetos de Eficiência Energética Propostas selecionadas terão os recursos liberados para execução em 2025 Campinas, 29 de maio de 2024. O Grupo CPFL Energia abriu Chamada Pública de Projetos (CPP) de Eficiência Energética 2024. O...

Participação da Indústria no PIB cai 12%, segundo a CNI

Excelência operacional é o caminho para o Brasil enfrentar a desindustrialização, aponta especialista O Brasil estabeleceu ações e metas para sua política industrial até 2026, previstas no programa "Nova Indústria Brasil”, do Governo Federal. Ao mesmo tempo,...

Atlas Copco anuncia novo gerador de nitrogênio com tecnologia de membrana

São Paulo, maio de 2024 - A Atlas Copco, líder global em soluções industriais, anuncia o lançamento de seu mais recente produto na linha APE: o gerador de nitrogênio com tecnologia de membrana. Este lançamento oferece aos usuários a capacidade de produzir gás...

42% dos líderes de negócios pretendem aumentar investimento em ESG

42% dos líderes de negócios pretendem aumentar investimento em ESG Estudo realizado pela Data-Makers, em parceria com a CDN, também aponta que reputação corporativa continua como principal motivo para adoção de práticas que envolvam aspectos ambiental, social e de...

ABINC na Futurecom 2024 – Reserve sua cota!

SEJA UM PATROCINADOR Pelo 3º ano, o Futurecom recebe o ABINC SUMMIT, com um Hub de IOT. O espaço na feira foi pensado para promover contatos, facilitar soluções e fortalecer diálogos, colocando a sua empresa no centro dos debates de IoT.   POR QUE DURANTE O...

Geólogo explica a degradação do planeta e alerta para os desafios que vêm pela frente

Geólogo explica a degradação do planeta e alerta para os desafios que vêm pela frente Pesquisador de mudanças climáticas, Marco Moraes revela que inundações como as que assolam o Rio Grande do Sul tendem a se tornar frequentes Aquecimento global, efeito estufa, degelo...

Prática Recomendada auxilia cidades na implementação de centros de operações

Prática Recomendada auxilia cidades na implementação de centros de operações   Documento lançado pela ABNT no COR-RJ, contribuirá para aumentar a eficiência e aprimorar a tomada de decisões pelos órgãos públicos A Associação Brasileira de Normas Técnicas – ABNT, em...

 

manutencao.net-Mercado-Regulado-de-Carbono-e-aprovado-para-aproximar-o-Brasil-das-regras-internacionais-de-ESG-2.jpg

Louise Emily Bosschart*

Sherwin Willians

Na última sessão legislativa do ano de 2023, o Plenário da Câmara dos Deputados aprovou o Projeto de Lei (PL) nº. 2.148/2015, que dispõe sobre o mercado regulado de carbono no Brasil. O texto, de relatoria do deputado paranaense Aliel Machado, do PV, segue a mesma estrutura do PL nº. 412/2022, de relatoria da deputada do Distrito Federal Leila Barros, do PDT, já avaliado pelo Senado em outubro de 2023.

Na esteira do texto anterior, o PL aprovado pela Câmara dos Deputados institui o Sistema Brasileiro de Comércio de Emissão de Gases de Efeito Estufa (SBCE), aplicável aos operadores, pessoas físicas ou jurídicas, que emitam ou possam emitir gases de efeito estufa (GEE), seguindo a mesma dinâmica de sistemas já consolidados em outros países, como os países membros da União Europeia (UE), denominado de Cap-and-Trade, por meio do qual o governo estabelece uma quantidade máxima de emissões para os setores regulados (cap) e distribui permissões (allowances) a referidos agentes, que somente poderão emitir GEE dentro de referidas permissões. Conforme os agentes forem mais ou menos eficientes, terão excedentes ou déficits de permissões, que poderão comercializar (trade).

O objetivo da implementação do mercado regulado de carbono no país é garantir o cumprimento das metas da Política Nacional de Mudanças Climáticas, assim como as metas e compromissos assumidos pelo Brasil no âmbito do Acordo de Paris. Em outubro de 2023, o Brasil atualizou a suas metas, que passaram a ser de 48,4% de redução das emissões de GEE até 2025, e 53,1% até 2030, tomando-se em conta os níveis de 2005.

Os operadores que emitirem acima de 10 mil tCO2e por ano estarão sujeitos ao SBCE, tendo como obrigação monitorar e informar suas emissões e remoções anuais de GEE. Já os operadores que emitirem mais de 25 mil tCO2e por ano, terão essas mesmas obrigações, além de outras a serem previstas em decreto ou em ato específico do SBCE.

Os limites previstos pelo SBCE se aplicam a todos os segmentos econômicos, exceção feita à produção primária agropecuária, assim como aos bens, benfeitorias e infraestrutura no interior dos imóveis rurais a ela associados. O novo texto, além da agropecuária primária, excluiu do SBCE as atividades de destinação final ambientalmente adequada de resíduos com sistemas e tecnologias para neutralizar emissões.

Não se pode deixar de destacar que embora a agropecuária primária siga excluída do sistema, diante da inexistência de tecnologia disponível para aferição das emissões de GEE, é fato que o setor já vem caminhando na descarbonização das suas atividades, sendo que a regulamentação do mercado de carbono será um impulso a mais nessa direção, que já vem sendo demandado pelas regras ESG, bem como pelas regras internacionais, como as dos países membros da UE.

Outros pontos do texto aprovado que permanecem sem alteração em comparação ao texto aceito pelo Senado são a possibilidade de internalização dos créditos de carbono fruto do mercado voluntário, quando originados a partir de metodologias credenciadas pelo SBCE, a possibilidade de se fazer uso das áreas de preservação permanente, reserva legal ou de uso restrito, para fins de geração de créditos de carbono, assim como a natureza jurídica dos ativos financeiros do SBCE considerados como valores mobiliários, sujeitos ao regime da Lei nº. 6.385/76.

Aspecto de extrema relevância que segue fazendo parte do sistema é a interoperabilidade dos ativos derivados do SBCE com outros sistemas internacionais de comércio de emissões de GEE, a propiciar um estímulo e um crescimento ainda maior do mercado de carbono no país, uma vez aprovado.

Dentre as principais novidades do novo texto está o maior detalhamento da titularidade dos créditos de carbono, que podem ser detidos pela União, pelos Estados e pelos Municípios, bem como pelos proprietários privados, comunidades indígenas, extrativistas e quilombolas e assentados rurais.

Assim como os povos indígenas e das comunidades tradicionais, a lei inclui os assentados em projetos de reforma agrária como detentores do direito de desenvolver projetos de geração de créditos de carbono nos territórios que tradicionalmente ocupam e proceder a sua respectiva comercialização.

Ainda no que se refere a esse item da titularidade, o novo texto contém uma série de dispositivos que tratam da livre iniciativa do Estado de implementar projetos estatais de geração de créditos de carbono e projetos de REDD+, denominadas de Programas Jurisdicionais, de responsabilidade do Poder Público. Com relação aos programas desenvolvidos pelo Poder Público em terras particulares, o texto ressalta de forma expressa o direito de propriedade destes terceiros de pedir a sua exclusão dos programas estatais, quando de sua conveniência.

Da forma como aprovado, entretanto, o novo texto cria incentivos aos instrumentos de conservação manejados pelo Estado, mas explora muito pouco os instrumentos de manutenção, conservação e recuperação desenvolvidos pela iniciativa privada, como é o caso dos projetos de REDD+ e ARR.

Esse é um ponto de especial atenção, que precisa ser trabalhado na redação final do texto, a fim de garantir que em termos econômicos a floresta em pé se mostre no mínimo igual ou mais atrativa do que o desenvolvimento de qualquer atividade econômica em seu lugar, assim como ocorre nos dias de hoje.

Ao lado das Cotas Brasileiras de Emissões (CBE) e do Certificado de Redução ou Remoção Verificada de Emissões (CRVE), o texto criou o Certificado de Recebíveis de Créditos Ambientais (CRAM), que se trata de um título de crédito nominativo, de livre negociação, representativo da promessa de pagamento em dinheiro ou em entrega de créditos de carbono, que constitui título executivo extrajudicial.

Já a governança do SBCE passa a ser do Órgão Superior e Deliberativo do SBCE, ao invés do Comitê Interministerial sobre Mudanças do Clima, do órgão gestor do SBCE, e do Comitê Técnico Consultivo Permanente. O texto, no que se refere à governança do sistema, garante a participação de representantes da União, dos Estados e de entidades setoriais representativas dos operadores, da academia e da sociedade civil, com notório conhecimento sobre a matéria, ressalva importante a garantir que a governança não se mantenha de forma exclusiva nas mãos dos órgãos do Poder Executivo.

A lei aprovada também estabelece percentuais sobre os recursos do SBCE a serem distribuídos à operacionalização e manutenção do sistema, ao Fundo Geral do Turismo, ao financiamento de atividades de pesquisa e desenvolvimento tecnológico envolvendo atividades de descarbonização e ao fundo de conservação dos biomas brasileiros.

Outra novidade que vale destacar se refere à obrigação de compensação ambiental das emissões de GEE por parte dos proprietários de veículos automotores, a ser estabelecida pelos órgãos executivos de trânsito.

Ao término do recesso legislativo o PL será novamente analisado pelo Senado, sendo que caso novas alterações sejam realizadas o projeto retornará à Câmara dos Deputados.

manutencao.net-Mercado-Regulado-de-Carbono-e-aprovado-para-aproximar-o-Brasil-das-regras-internacionais-de-ESG.jpg
9 de janeiro de 2024

*Louise Emily Bosschart é sócia da área de Direito Ambiental do Santos Neto Advogados

 

Fonte :Priscyla Costa

Fracttal Banner
×