Q
Logo Manutenção.NET

Desenvolvido por CityPubli

NOTÍCIAS:

A Internet das Coisas (IoT) como pilar fundamental para impulsionar a Indústria 4.0 no Brasil

Por Gabriel Pavão O conceito de Indústria 4.0, ou Quarta Revolução Industrial, há tempos assumiu um papel central nas discussões industriais, inclusive no contexto brasileiro. Desde a sua introdução, o setor pode se beneficiar da ascensão de novas automações e a...

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Gestão e Manutenção de Frotas

fato é que tenho recebido algumas consultas sobre Manutenção de Frotas e verifiquei que não existe quase nada de informação disponivel para atender a turma que lida com frotas diversificadas, terceirizadas ou não, em suas buscas por Indicadores e Melhores Práticas.

Por isso resolvi lançar um levantamento inédito sobre esta importante atividade, seja na logistica interna seja na externa. Ao responder a pesquisa e dar sua opinião voce receberá, gratuitamente, o resultado da mesma em um relatório Flash bem bacana, com gráficos e sua visão de benchmarking

Saiba como podemos ajudar na divulgação de sua empresa.

https://youtu.be/YSV1C5Q02IY?si=UDlHaV90NvrTSAgV Para alcançar uma forte apresentação e representatividade, é essencial ter muita criatividade e energia. Nosso projeto visa intensificar a visibilidade da sua marca, produtos, serviços e soluções, especialmente para...

Inteligência artificial transforma processos na limpeza profissional

Mercado da limpeza já mostra sinais da entrada da inteligência artificial em suas operações A inteligência artificial (IA) vem sendo usada para gerenciar a limpeza de ambientes e com isso otimizar os serviços, aumentar a eficiência e reduzir custos. Embora para muitos...

Schneider Electric promove 3ª edição do Sustainability Impact Awards

Schneider Electric promove 3ª edição do Sustainability Impact Awards Com inscrições aceitas até 15 de outubro, premiação destaca o compromisso da companhia em apoiar os esforços sustentáveis de seus parceiros São Paulo (Brasil), julho de 2024 – A Schneider Electric,...

Índice ABRAMAT – Faturamento da indústria de materiais de construção volta a subir em junho

Índice ABRAMAT - Faturamento da indústria de materiais de construção volta a subir em junho São Paulo, 10 de julho de 2024 – A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga nesta quarta-feira, 10, a nova edição da sua pesquisa Índice,...

Fusão entre CH Master Data e Astrein consolida a liderança da maior empresa de gestão de cadastros da América Latina 

Fusão entre CH Master Data e Astrein consolida a liderança da maior empresa de gestão de cadastros da América Latina Em três anos empresa planeja atingir faturamento de R$ 80 milhões. São Paulo, Brasil, 11 de julho de 2024 - A CH Master Data e a Astrein, duas das...

Marketing digital para pequenas empresas: quando vale a pena investir?

Marketing digital para pequenas empresas: quando vale a pena investir? Renan Cardarello Vários proprietários de pequenas empresas se perguntam se já estão em um período de maturidade suficiente para começar esforços no âmbito do marketing digital. Realmente, essa é...

Imposto Seletivo aumenta custos, reduz competitividade de exportações e afeta arrecadação de Estados e municípios

O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás Natural (IBP) alerta que o Imposto Seletivo, previsto na Reforma Tributária, resultará em aumento dos custos de bens e serviços das mais diversas cadeias produtivas com consequente pressão inflacionária, reduzirá a...

Dicas e rotas para viajar com carro elétrico na Região Sul do Brasil

Dicas e rotas para viajar com carro elétrico na Região Sul do Brasil A rede Shell Recharge, marca licenciada pela Raízen Power no Brasil, separou sugestões de passeios e rotas com estações de recarga rápida para planejar trajetos de longas distâncias Os carros...

Como a Terceirização Transforma as Relações de Trabalho: Impactos e Desafios

A Lei nº 13.429/2017, conhecida como Lei da Terceirização, trouxe significativas alterações nas relações de trabalho no Brasil, permitindo a terceirização de atividades-fim das empresas, algo que anteriormente era restrito pela legislação e pela jurisprudência...

Segurança de Elevadores em Xeque: Quem é Responsável?

Mortes e ferimentos levam a questionamentos sobre manutenção e fiscalização Recentemente, o Rio de Janeiro testemunhou uma série de acidentes trágicos envolvendo elevadores em condomínios e prédios públicos, destacando uma questão crítica de segurança que afeta...

Everybody’s Business – A B2B history

Um documentário muito instigante sobre B2B marketing, pessoas, marcas e histórias se con-fundem para o crescimento de todos

Guararapes inicia operação da maior planta de MDF das Américas com tecnologia Valmet

Guararapes inicia operação da maior planta de MDF das Américas com tecnologia Valmet O sistema desfibrador da multinacional desempenha um papel fundamental na transformação da matéria-prima para a produção do MDF A Guararapes iniciou a operação da sua nova planta de...

Engerey passa por auditoria para fabricação de painéis SM6 36kV da Schneider

Processo durou dois dias e contou com a presença do suporte internacional da francesa, Serge Mestrallet. Da esquerda para direita estão, Meneghetto Alberti, gerente comercial da Engerey; Serge Mestrallet, consultor técnico responsável pelo Suporte Internacional Nível...

TV 3.0 promete revolucionar o uso da televisão pelos brasileiros

TV 3.0 promete revolucionar o uso da televisão pelos brasileiros Em sua terceira fase, projeto do Ministério das Comunicações com apoio da RNP prevê alta integração com a internet Imagine uma TV tão inteligente quanto um computador de última geração, com recursos de...

FLASH-OVER

https://youtube.com/shorts/xSLRdQa6DUg?si=1k5vSqp6zAPIggbq  

Acidentes fatais com a rede elétrica têm redução em 2023, diz Abradee

Acidentes fatais com a rede elétrica têm redução em 2023, diz Abradee 18ª edição da Campanha Nacional de Segurança visa aumentar a percepção sobre a prevenção de acidentes com a rede elétrica   No ano de 2023, o país registrou uma redução de quase 8% no número de...

Como a tecnologia otimiza as Ordens de Serviço (OS) do setor industrial?

Ordem de Serviço (OS): como a tecnologia otimiza esse importante recurso do setor industrial? Por Gabriel Pavão  Não é mais novidade que a tecnologia cada vez mais tem apoiado as tarefas operacionais corporativas e gerado mais resultados. Para se ter ideia, as...

CURSO AVM – Autoavaliação da Manutenção com Professor Lourival Tavares

1) Apresentação Os gerentes de manutenção estão recebendo, cada vez mais, maiores responsabilidades e, em muitos casos, com uma estrutura “enxuta”, devido à redução de gastos, na busca à resposta de novas exigências dos consumidores, ou clientes. Assim têm que se...

Transformação digital na indústria 4.0: o futuro começa no agora

Transformação digital na indústria 4.0: o futuro começa no agora * Por Marina Montenegro A Indústria 4.0 está transformando o setor industrial de forma irreversível, impulsionando uma revolução tecnológica sem precedentes. Com a integração de tecnologias avançadas...

44% das empresas no Brasil pretendem contratar no 3º trimestre de 2024, aponta pesquisa do ManpowerGroup

44% das empresas no Brasil pretendem contratar no 3º trimestre de 2024, aponta pesquisa do ManpowerGroup O Brasil ocupa a 10ª posição no ranking global entre os países que mais pretendem contratar. Isso representa um crescimento de 4 posições no ranking, em comparação...
Logo Manutenção.NET

NEW

A Internet das Coisas (IoT) como pilar fundamental para impulsionar a Indústria 4.0 no Brasil

Por Gabriel Pavão O conceito de Indústria 4.0, ou Quarta Revolução Industrial, há tempos assumiu um papel central nas discussões industriais, inclusive no contexto brasileiro. Desde a sua introdução, o setor pode se beneficiar da ascensão de novas automações e a...

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Webinar Manutenção Prescritiva e Indústria 4.0 – Canal VITEK com Júlio Nascif

Gestão e Manutenção de Frotas

fato é que tenho recebido algumas consultas sobre Manutenção de Frotas e verifiquei que não existe quase nada de informação disponivel para atender a turma que lida com frotas diversificadas, terceirizadas ou não, em suas buscas por Indicadores e Melhores Práticas.

Por isso resolvi lançar um levantamento inédito sobre esta importante atividade, seja na logistica interna seja na externa. Ao responder a pesquisa e dar sua opinião voce receberá, gratuitamente, o resultado da mesma em um relatório Flash bem bacana, com gráficos e sua visão de benchmarking

Saiba como podemos ajudar na divulgação de sua empresa.

https://youtu.be/YSV1C5Q02IY?si=UDlHaV90NvrTSAgV Para alcançar uma forte apresentação e representatividade, é essencial ter muita criatividade e energia. Nosso projeto visa intensificar a visibilidade da sua marca, produtos, serviços e soluções, especialmente para...

Inteligência artificial transforma processos na limpeza profissional

Mercado da limpeza já mostra sinais da entrada da inteligência artificial em suas operações A inteligência artificial (IA) vem sendo usada para gerenciar a limpeza de ambientes e com isso otimizar os serviços, aumentar a eficiência e reduzir custos. Embora para muitos...

Schneider Electric promove 3ª edição do Sustainability Impact Awards

Schneider Electric promove 3ª edição do Sustainability Impact Awards Com inscrições aceitas até 15 de outubro, premiação destaca o compromisso da companhia em apoiar os esforços sustentáveis de seus parceiros São Paulo (Brasil), julho de 2024 – A Schneider Electric,...

Índice ABRAMAT – Faturamento da indústria de materiais de construção volta a subir em junho

Índice ABRAMAT - Faturamento da indústria de materiais de construção volta a subir em junho São Paulo, 10 de julho de 2024 – A ABRAMAT (Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção) divulga nesta quarta-feira, 10, a nova edição da sua pesquisa Índice,...

Fusão entre CH Master Data e Astrein consolida a liderança da maior empresa de gestão de cadastros da América Latina 

Fusão entre CH Master Data e Astrein consolida a liderança da maior empresa de gestão de cadastros da América Latina Em três anos empresa planeja atingir faturamento de R$ 80 milhões. São Paulo, Brasil, 11 de julho de 2024 - A CH Master Data e a Astrein, duas das...

Marketing digital para pequenas empresas: quando vale a pena investir?

Marketing digital para pequenas empresas: quando vale a pena investir? Renan Cardarello Vários proprietários de pequenas empresas se perguntam se já estão em um período de maturidade suficiente para começar esforços no âmbito do marketing digital. Realmente, essa é...

Imposto Seletivo aumenta custos, reduz competitividade de exportações e afeta arrecadação de Estados e municípios

O Instituto Brasileiro de Petróleo e Gás Natural (IBP) alerta que o Imposto Seletivo, previsto na Reforma Tributária, resultará em aumento dos custos de bens e serviços das mais diversas cadeias produtivas com consequente pressão inflacionária, reduzirá a...

Dicas e rotas para viajar com carro elétrico na Região Sul do Brasil

Dicas e rotas para viajar com carro elétrico na Região Sul do Brasil A rede Shell Recharge, marca licenciada pela Raízen Power no Brasil, separou sugestões de passeios e rotas com estações de recarga rápida para planejar trajetos de longas distâncias Os carros...

Como a Terceirização Transforma as Relações de Trabalho: Impactos e Desafios

A Lei nº 13.429/2017, conhecida como Lei da Terceirização, trouxe significativas alterações nas relações de trabalho no Brasil, permitindo a terceirização de atividades-fim das empresas, algo que anteriormente era restrito pela legislação e pela jurisprudência...

Segurança de Elevadores em Xeque: Quem é Responsável?

Mortes e ferimentos levam a questionamentos sobre manutenção e fiscalização Recentemente, o Rio de Janeiro testemunhou uma série de acidentes trágicos envolvendo elevadores em condomínios e prédios públicos, destacando uma questão crítica de segurança que afeta...

Everybody’s Business – A B2B history

Um documentário muito instigante sobre B2B marketing, pessoas, marcas e histórias se con-fundem para o crescimento de todos

Guararapes inicia operação da maior planta de MDF das Américas com tecnologia Valmet

Guararapes inicia operação da maior planta de MDF das Américas com tecnologia Valmet O sistema desfibrador da multinacional desempenha um papel fundamental na transformação da matéria-prima para a produção do MDF A Guararapes iniciou a operação da sua nova planta de...

Engerey passa por auditoria para fabricação de painéis SM6 36kV da Schneider

Processo durou dois dias e contou com a presença do suporte internacional da francesa, Serge Mestrallet. Da esquerda para direita estão, Meneghetto Alberti, gerente comercial da Engerey; Serge Mestrallet, consultor técnico responsável pelo Suporte Internacional Nível...

TV 3.0 promete revolucionar o uso da televisão pelos brasileiros

TV 3.0 promete revolucionar o uso da televisão pelos brasileiros Em sua terceira fase, projeto do Ministério das Comunicações com apoio da RNP prevê alta integração com a internet Imagine uma TV tão inteligente quanto um computador de última geração, com recursos de...

FLASH-OVER

https://youtube.com/shorts/xSLRdQa6DUg?si=1k5vSqp6zAPIggbq  

Acidentes fatais com a rede elétrica têm redução em 2023, diz Abradee

Acidentes fatais com a rede elétrica têm redução em 2023, diz Abradee 18ª edição da Campanha Nacional de Segurança visa aumentar a percepção sobre a prevenção de acidentes com a rede elétrica   No ano de 2023, o país registrou uma redução de quase 8% no número de...

Como a tecnologia otimiza as Ordens de Serviço (OS) do setor industrial?

Ordem de Serviço (OS): como a tecnologia otimiza esse importante recurso do setor industrial? Por Gabriel Pavão  Não é mais novidade que a tecnologia cada vez mais tem apoiado as tarefas operacionais corporativas e gerado mais resultados. Para se ter ideia, as...

CURSO AVM – Autoavaliação da Manutenção com Professor Lourival Tavares

1) Apresentação Os gerentes de manutenção estão recebendo, cada vez mais, maiores responsabilidades e, em muitos casos, com uma estrutura “enxuta”, devido à redução de gastos, na busca à resposta de novas exigências dos consumidores, ou clientes. Assim têm que se...

Transformação digital na indústria 4.0: o futuro começa no agora

Transformação digital na indústria 4.0: o futuro começa no agora * Por Marina Montenegro A Indústria 4.0 está transformando o setor industrial de forma irreversível, impulsionando uma revolução tecnológica sem precedentes. Com a integração de tecnologias avançadas...

44% das empresas no Brasil pretendem contratar no 3º trimestre de 2024, aponta pesquisa do ManpowerGroup

44% das empresas no Brasil pretendem contratar no 3º trimestre de 2024, aponta pesquisa do ManpowerGroup O Brasil ocupa a 10ª posição no ranking global entre os países que mais pretendem contratar. Isso representa um crescimento de 4 posições no ranking, em comparação...

Descomissionamento petrolífero: oportunidade é relevante para o Brasil?

monteeuse 750x120

Por Felipe Kury

O descomissionamento de instalações petrolíferas consiste em tornar o local de operação o mais próximo possível do seu estado original e em condições adequadas de segurança. Ou seja, abrange desde um conjunto de atividades associadas à interrupção definitiva da operação das instalações até o abandono permanente e arrasamento de poços – incluindo a remoção de instalações, a destinação adequada de materiais, resíduos e rejeitos e, o mais importante, a recuperação ambiental da área em questão.

Quando a produção de hidrocarbonetos se torna economicamente inviável, o processo de abandono controlado e monitorado das instalações é inevitável. De fato, esta é uma decisão extremamente importante que envolve o operador das instalações e seus associados, bem como o estado. A agência reguladora da atividade produtiva e órgãos de proteção ao meio ambiente regulam e fiscalizam todo o processo, que tem como preocupação maior garantir a preservação e a segurança operacional. Neste processo, são necessárias garantias financeiras, inúmeros estudos e diversas etapas para mitigar os riscos de acidentes.

Importante destacar que um projeto de descomissionamento pode ocorrer ao longo de vários anos e, como já mencionado, requer a mobilização de recursos logísticos, financeiros e administrativos bastante significativos. O projeto começa com estudos prospectivos para considerar várias soluções que possam levar à eventual recuperação e/ou reciclagem do local. Em alguns casos, as plataformas podem ser reutilizadas como recifes artificiais, estações meteorológicas, centros de investigação, locais de produção de energia, de armazenamento de CO2, entre outras destinações.

No Brasil, a Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), através da resolução de Nº 817, de 24 de abril de 2020, regula e fiscaliza as atividades de descomissionamento das instalações juntamente com os órgãos ambientais, tais como IBAMA, secretarias estaduais e municipais do meio ambiente. Alem disto, a ANP regulamenta os procedimentos para apresentação de garantias financeiras através da resolução Nº 854, de 24 de setembro de 2021. Segundo relatório recente da ANP, existem cerca de 101 programas de descomissionamentos de instalações (PDIs) em andamento no país – sendo que cerca de 44 destes estão no mar e o restante em áreas terrestres.

As atividades de descomissionamento estão recebendo cada vez mais atenção dos operadores e órgãos reguladores em função do estágio de maturidade destas instalações. A ampliação da atividade de desativar instalações de produção são recentes no país, pois grande parte dos campos brasileiros iniciou a operação nos anos 1980/1990. Portanto, as primeiras unidades de produção iniciaram suas atividades nos últimos cinco anos e se intensificaram após aprimoramentos na regulação.

Segundo a ANP, os investimentos previstos para as atividades de descomissionamento entre 2022 e 2026, são estimados em cerca de R$ 51,5 bilhões, ou seja, uma média de R$ 10,3 bilhões por ano. A maior parte destes investimentos, cerca de R$ 42,1 bilhões, estão concentrados no ambiente marítimo, com 612 poços. No ambiente terrestre, estão previstos R$ 9,4 bilhões, com 9.280 poços a descomissionar. As bacias que concentram a maior parte destas atividades são: Campos (R$ 30,2 bilhões), seguido de Sergipe (R$ 8,1bilhoes), Santos (R$ 3,1 bilhões), Potiguar (R$2,6 bilhões) e Recôncavo (R$ 2,5 bilhões).

Alguns desafios devem ser considerados na elaboração do projeto. O primeiro, diz respeito à localização geográfica. A maior parte dos campos brasileiros de maior relevância estão localizados em águas profundas ou ultra profundas, entre lâmina d’agua entre 300 e 3000 metros. Desta forma, a infraestrutura brasileira é voltada para instalações flutuantes em vez das instalações fixas, o que requer uma infraestrutura especializada e mais complexa.

Além dos aspectos geográficos, a indústria de descomissionamento no Brasil ainda se encontra em fase de desenvolvimento, especialmente se comparada com regiões como o Mar do Norte e o Golfo do México. A experiência do país utilizando serviços nacionais ainda é limitada na realização de programas em larga escala, portanto, esta atividade ainda necessita da ajuda de empresas estrangeiras especializadas.

Outro desafio, talvez ainda mais importante, diz respeito à legislação que, apesar de grandes avanços no arcabouço regulatório nos últimos anos, ainda envolve muitos agentes públicos com seus próprios regramentos. Sendo assim, conduzir um processo de descomissionamento eficiente, com menor impacto possível para os agentes, para o meio ambiente e para sociedade, ainda é um grande desafio. De fato, a complexidade da atividade, bem como os regramentos dos órgãos ambientais, ainda carece de maior objetividade, simplicidade e celeridade – podendo ser grandes inibidores para atrair novos investimentos.

Neste ponto, surge uma das maiores preocupações, que é a exigência da retirada de parte ou todas as instalações, especialmente em águas profundas e ultra profundas (instalações subsea).  A possibilidade da permanência de certas instalações é uma questão crítica, já que o impacto ambiental em retirá-las pode ser maior do que o de mantê-las – nem sempre os regramentos e/ou análises dos órgãos que regulam a atividade coincide com os responsáveis pela operação e pela proteção do meio ambiente.

No caso de ambiente marítimo, independente da permanência total ou parcial das instalações, sua autorização deverá dar-se expressamente pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), de forma que essa permanência representa uma exposição residual da operadora por eventuais danos, mesmo após o encerramento das atividades. Portanto, sempre existe uma preocupação com o limite temporal para a responsabilidade pós-descomissionamento. Sem a definição de um limite razoável as operadoras podem ser penalizadas décadas após o término da vida útil do campo, o que certamente impactaria em seus planejamentos financeiros e custos associados para a sociedade.

O descomissionamento responsável e eficiente com objetivo da destinação adequada das unidades de produção, bem como das estruturas subsea, tende a aumentar de forma significativa nos próximos anos.  O mercado internacional já sinaliza, principalmente de estaleiros que seguem as normas ambientais e trabalhistas, uma demanda bastante significativa e progressiva, que pode ocasionar gargalos e atrasos nos projetos. Portanto, à medida em que a vida útil dos campos e plataformas no Brasil se aproxima do fim, o número de unidades de produção e outros itens que necessitam de finalidade adequada tende a crescer, exigindo um maior planejamento e alocação de recursos financeiros das empresas.

O Brasil possui uma oportunidade incrível e condições de assumir uma posição de destaque, desde que construa uma visão estratégica de longo prazo para o setor e promova uma ampla coordenação dos agentes públicos, com atenção especial às questões ambientais, onde aspectos regulatórios e legais sejam devidamente pacificados, promovendo um ambiente onde a segurança jurídica, previsibilidade e estabilidade prevaleçam com o objetivo de atrair novos investimentos.

 

Felipe Kury é ex-diretor da ANP – Agência Nacional de Petróleo

Fracttal 650x380
×