In-Haus 750x120
oferecimento
Esqueci minha senha
Avatar photo

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Restrospectivas x Perspectivas

- 22/12/2010

A primeira década de um século curto se encerra em poucos dias. Para quem gosta de números significa que o que se pretendia fazer em um século, dez por cento das possibilidades já se foram. Quem fez, fez, quem não fez, não fará mais.

CityPubli 750 x 120

O tempo é fungível. Evapora. Independentemente de vontades, acertos, contratos, controles, automatismos. O tempo simplesmente passa.

Disse antes que o século é curto não porque o imagine com menos anos, mas porque com o avanço espetacular da tecnologia, da comunicação instantânea, do tempo real da leitura dos fatos e resultados das ações tomadas, estaremos vivendo a intensidade da liberdade total da informação literalmente nas mãos.

A retrospectiva de final de ano deveria ser obrigatória nas escolas, nas igrejas, nas empresas, nas repartições, nas assembleias e instancias diversas dos governos. Mas, antes de tudo, deveria ser um ritual de família.

Imagine a cena. Cada um de nós se apresenta, como numa reunião do AA, e fala quem é, porque está ali e começa a relatar como iniciou o ano e de que jeito o está terminando. Com direito a apartes, a apresentação não pode ter power point, gráficos, indicadores, cópias de relatórios ou cópias de textos de suporte. Só vale o que vem a memória. Um discurso-conversa, sem pretensão de dar satisfações, apenas uma reflexão em voz alta e na presença das testemunhas e atores do ano em retrospectiva.

Imagine a reunião com irmãos, pais, marido, mulher, noiva ou ficante, primos, avós e amigos. Você ali, olhos nos olhos, repassando os fatos, os dados, os acertos e erros. A hierarquia das conquistas, os momentos de lagrimas – seja em vitorias ou derrotas, a contabilidade das magoas causadas e as recebidas, os fatos marcantes, as perdas aceitas e as não cicatrizadas.

Isso mesmo. Nenhum ano novo deveria ser colocado em perspectiva, com as listas de promessas a cumprir, sem uma revisão honesta do ano que se encerra.

Então ficam aqui os meus melhores votos de que a sua retrospectiva seja intensa, confusa, extensa. E quanto a perspectiva para 2011, fique certo, “Quem não tem planos, não tem com que se preocupar no futuro.”

Feliz Natal! E um belo 2011

Abraços

Paulo Walter

In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
CityPubli 750 x 120