oferecimento
Esqueci minha senha

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Qual o tipo da sua Manutenção?

- 22/05/2010

Quando falamos da Manutenção e suas formas de organização, as tipificações que logo nos veem a cabeça são centralizada, descentralizada e mixta. Depende do tipo de ativo a manter, das condições locais, da cultura, etc., etc.. etc.. Concordo e, como diria meu amigo Moacir lá de 3 Marias, disconcordo.Explico rapidinho. Disconcordo não é o mesmo que discordo. É quando se tem uma opinião que não é oposta, apenas diferente.

monteeuse 750x120

No caso da Manutenção meu disconcordamento é fruto de muitas andanças pelas empresas deste Brasil (e alguns outros países), visitando oficinas e ofissinas e ofisinas de todos os matizes.

Tenho comigo que cada empresa tem a Manutenção que merece. O que ela, a empresa, tem de reputação, qualidade de produtos e serviços, respeito ao meio ambiente e a segurança dos trabalhadores, também está flagrantemente escancarado na organização da Manutenção.

OS TIPOS DE ORGANIZAÇÃO DA MANUTENÇÃO
Outro dia mencionei aqui neste Blog a Manutenção BBB – Boa, bonita e barata. É rara. As vezes é bonita, mas não é barata nem boa. As vezes boa, sem ser bonita. 

Tem a Manutenção PQ – Primeiro Quartil. É aquela que, além de BBB, é ainda referencia e líder em seu mercado. Sâo mais raras ainda que as BBB. Mas seu numero vem crescendo ao longo dos ultimos anos.

Há a MZ- Manutenção Zoologica. Cheia de bichos exóticos. Alguns com hábitos noturnos, composto daqueles bichos que trabalham noite adentro e possuem olheiras. Tem no seu acervo os cobras, os “avoantes”, os de bico grande, os porcos-espinho e até paquidermes. Na Manutenção Zoologica o sucesso é sempre da macacada, que pula de galho em galho.

Já me deparei com algumas MP – Manutenções Pagodeiras. Mais conhecidas como FQ- Fundo de Quintal. Alegre, sempre a disposição, possui os instrumentos minimos, faz seu sucesso no ambito local, mas não é assim uma Brastemp. Quebra o galho. Seu maior valor está nas pessoas e no ritmo que conseguem dar. Em geral o repertório é pequeno mas tambem não custa nada. Faz seu trabalho sem maiores compromissos, tipo “deixa a vida me levar…”.
Na mesma linhagem tem a MS – Manutenção Sertaneja (de dupla em dupla vai longe), a MAX – Manutenção Axé (carnaval o ano inteiro) e outras.

Não posso deixar de citar a MH- Manutenção Hospitalar. Não necessariamente aplicada em hospitais ou unidades de saúde, essa forma de organização vive na emergencia e está sempre na UTI, mantida a base de remedios e a qualquer instante pode entrar em coma. Seu nucleo central é o Centro Cirúrgico e valorizam os anestesistas, para dar um drible na dor.
Em muitos lugares onde estive, a Manutenção deixara de ser Hospitalar e passara a classificação de Hospicio. Uma loucura.

Existem ainda as MAQ – Manutenção Aquario (espaço limitado e meramente decorativa), MHT- Manutenção Hitchcok (Suspense do inicio ao fim) e a MFP – Manutenção Fantasma Pluft (muito simpatica, mas já morreu e sabe).

E por ultimo, mas não menos importante, me recordo de ter esbarrado com algumas MMI – Manutenção Missão Impossível. Guarde bem a missão. Ela se autodestruirá em poucos segundos e daí em diante o problema é seu. 

Qual o tipo de Manutenção que se aplica na sua empresa?

Boa semana.

Paulo Walter

New Sense Safety Tênis a prova de choque
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
New Sense Safety Tênis a prova de choque