monteeuse 750x120
oferecimento
Esqueci minha senha
Avatar photo

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

O que é um SKU e como usá-lo para Calcular o CUSTO de Manutenção em Relação a Produção

- 25/10/2021

O CUSTO de Manutenção em relação ao custo de Produção é o típico KPI determinante da eficácia e eficiência da Gestão de Ativos.

CityPubli 750 x 120

No Brasil e no mundo muito se fala sobre o CUSTO de Manutenção em relação ao Faturamento. É um bom indicador? Diria que não. O denominador da fórmula desse KPI, que é faturamento, inclui impostos, que variam conforme a legislação do país e ou estado, conforme o cambio, conforme a decisão de mercado da empresa e até por aspectos de sazonalidade.

Prefiro fazer comparação do CUSTO da Manutenção com o CUSTO de Produção e ou Operação. E na indústria, principalmente entre as multinacionais, o que se produz, se entrega, é o SKU.

O que é um SKU?

No mundo dos acrônimos relacionados ao varejo, SKU é algo muita gente já ouviu um milhão de vezes, mas pode não saber o significado. É SKU para cá e SKU pra lá, mas de onde vem isso?

SKU (Stock Keeping Unit) significa “unidade de manutenção de estoque” e, como a sigla internacional indica, é a unidade de medida daquilo que é produzido e vai a estoque para venda. O SKU é definido por cada empresa para exercer o controle dos níveis de estoque internamente. Se um produto tiver cores e tamanhos diferentes, cada variação terá um número de SKU exclusivo.

Lá na Wikipedia tem uma boa explicação:

SKU “… designa os diferentes itens do estoque, estando normalmente associado a um código identificador. Um posto de gasolina pode trabalhar com quatro SKUs (gasolina sem chumbo, com chumbo, aditivada e diesel) e um hipermercado pode trabalhar com 60 mil SKUs, pois qualquer diferença na mercadoria (tamanho, cor, sabor), mesmo sendo de uma mesma marca, representa um SKU diferente.

Dois exemplos:

Um caminhão está carregado com 100 caixas de leite gordo e 50 caixas de leite magro, logo carrega dois tipos de SKUs.

Falar de 300 SKUs é o mesmo que falar de 300 artigos que se distinguem todos entre si.

O CUSTO de MANUTENÇÃO e o SKU

A maioria das empresas internacionais são adeptas do SKU para medir sua produção. De automóveis a fardos de latinhas de refrigerantes e sandálias de plástico, o SKU é que manda na linguagem interna para saber a quantas anda a produção e quanto se tem no estoque para venda.

Então o CUSTO da Manutenção relativizado ao CUSTO do SKU é o que mostra a real contribuição/participação das despesas e gastos na disponibilidade e confiabilidade dos equipamentos e instalações produtivas.

Muitas empresas tem dificuldade em apurar seus CUSTOS e tudo começa na formatação do Plano de Contas Contábeis, onde a turma da Manutenção pouco ou nada interfere quando de sua construção. E aí é que entra o SKU.

Cada SKU tem um custo de produção e, consequentemente, um custo de manutenção. Um estudo detalhado pode trazer surpresas incríveis.

Como exemplo cito o caso d’O Boticario que alguns anos atrás fez um estudo sobre custos e produtividade de suas linhas de sabonetes e shampoos e descobriu que os SKUs destes itens deviam ser tratados de forma diferente, muito diferente, apesar de serem produtos com a mesma base de insumos e grande parte igual para processo. Uma linha dava lucro e a outra prejuízo. Qualidade mantida, decisões de produção e manutenção bem diferentes. Ou seja, a partir da definição do SKU, a estratégia de processos é reorientada.

Um bom trabalho de rearranjo de gestão de custos da Manutenção, englobando salários e benefícios de pessoal próprio, terceirização, gestão de estoques e sistemas de controle, pode trazer resultados impressionantes em termos de melhor aplicação de OPEX e CAPEX.

O MIX de Indicadores, o Painel Master ou DASHBOARD que toda empresa boa tem para controlar seus KPI, não pode prescindir do Custo de Manutenção por SKU. É mandatório.

A Lima Walter faz consultoria em Gestão de Ativos e tem metodologia própria para Analise e Diagnostico da Gestão de Ativos e implantação de melhores sistemas de Gestão adequada para tempos de indústria 4.0.

Faça uma consulta e surpreenda-se com os benefícios que sua empresa pode estar deixando passar bem em frente de seus olhos.

Eng. Paulo Roberto Walter – Diretor e Consultor Sênior

Home

In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
In-Haus 750x120