In-Haus 750x120
oferecimento
Esqueci minha senha
Avatar photo

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

O que é mais importante? Liderança ou Conhecimento?

- 14/03/2017

Numa manhã de quarta-feira, indo para o trabalho, me chega uma consulta por um de meus Grupos de Whatsapp: “Paulo, estou na dúvida entre os dois candidatos finalistas de um longo processo de seleção para preencher uma posição de Gerente de Manutenção. Os dois candidatos se assemelham muito em experiencia, formação, domínio de línguas, etc., etc. O que os diferencia? O que falta em um sobra no outro, exatamente nos aspectos Liderança e Conhecimento. Quem você escolheria?

In-Haus 750x120

A moeda da Sorte

Todo dia me chegam dezenas de mensagens e solicitações pelas redes sociais. Mas aquela solicitação mexeu comigo. Como assim, no escuro, sem mais detalhes, escolher entre o Conhecimento e a Liderança? Me senti como a moeda lançada ao ar, para decidir quem bate o penalty da decisão primeiro. Não havia como responder na hora.

Passei uma boa parte da minha manhã pensando no assunto, chegando a postar aqui no Linkedin a minha dúvida de meio de semana, com muitos e proveitosos comentários.

De repente minha carreira foi passando na minha cabeça, um flashback editado pela pauta do dia: Liderança ou Conhecimento? Na tentativa de responder a pergunta do dia, fui lembrando das pessoas que fizeram diferença na minha longa estrada da vida profissional, como meus chefes, gerentes ou diretores. E mentalmente fui lhes dando notas para liderança e conhecimento, dando nota também para o sucesso ou fracasso que tiveram em suas funções.

A balança do sucesso

Eureka! Na tentativa de dar uma resposta ao meu cliente, sem nenhuma premeditação, havia criado na minha cabeça uma matriz de apoio à decisão. Na verdade, matriz é um nome legal para a encucação que me assolava, pois passara a manhã inteira repetindo para mim mesmo, em meia voz, aquelas duas palavras aparentemente antagônicas, o que parecia acontecer naquele caso.

Assim é que, na minha balança mental, fui pesando um a um dos principais chefes, gerentes e diretores com quem trabalhei. O resultado foi ficando claro, muito claro, a cada nova pesagem.

Equilíbrio, diferente de estável 

O sucesso na função de comandante não significa, muitas vezes, agradar os comandados. Alguns (poucos) de meus chefes não me deixaram tão boas lembranças. Mas agora, com a isenção emocional que o tempo nos propicia, consigo avaliar melhor o que foram suas “temporadas” no exercício de suas funções.

Sem alongar muito a história aqui, o resultado final foi que a característica Liderança ganhou por pouco. Muito pouco. Uns 10%, se tanto. Meus superiores com características marcantes de liderança foram mais bem sucedidos que aqueles que eram “os caras” do conhecimento.

O bom dessa retrospectiva matinal do LiderCon, é que ficou em mim a certeza de que dar o poder a líderes sem conhecimento é certeza de desastre, mais dia, menos dia. O Brasil da crise, tentando se recuperar de seus mais longo tempo de péssima gestão que o diga.

E a obviedade do quão é inócuo, para uma empresa, ter alguém em posição de mando que conhece muito mas não faz acontecer.

Feliz com minha reflexão, finalmente respondi ao meu cliente com uma pergunta, no melhor estilo bumerangue: Sem conhecimento não há liderança, sem liderança de nada vale o conhecimento.

Abraços

Paulo Walter

Consultoria em Gestão Empresarial

paulo.walter@manutencao.net

In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

12 Comentários


  1. Flávio Halliday

    Parabéns pela sua grande Reflexão Paulo!

    Concordo com você! Dar poder a líderes que não tenham conhecimento é dar um tiro no pé. Já um líder nato ou aquele que aprendeu com o tempo em ser um líder, busca conhecimento e ganha mais ainda liderança entre seus pares e grupos! Acredito que existem muitos experts que penam para ganhar a confiança ou o prestígio dos demais sem ter uma inteligência emocional para saber lidar com as adversidades e opiniões contrárias!

    Abraços,

    Flávio Halliday
    City Publi – Publicidade e Marketing

  2. Albely

    Excelente texto, Paulo… apesar de eu discordar! Ou pelo menos achar que Liderança deveria ganhar de goleada, e não de mirradinho 10%. Afinal, conhecimento ninguém tem tudo, ninguém sabe tudo. Para isso existe os colegas, os especialistas ou mesmo os consultores. Agora, Liderança, ou você tem ou você é liderado. Ou é levado junto.
    Mas pelo menos confirma o meu ponto de vista, apesar de “por pouco, muito pouco”.
    Grande abraço!

  3. Charles

    Concordo com você grande Paulo sua reflexão está certicima. Um líder e aquele que além de conhecimento pode transparecer a segurança em suas decisões e assim trazer os seus colegas de trabalho para sua gestão.
    Parabéns Paulo

  4. Paulo Castellar

    O assunto é fértil e podemos nos alongar repetitivamente o quanto quisermos. De qq forma concordo com sua ponderação.
    Já ha alguns anos, as grandes empresas estão delegando importantes gerências, aos profissionais de forte formação genérica, em claro detrimento ao conhecimento, a experiência. Os resultados tem sido cada vez mais catastróficos.
    Arriscaria um peso de 30% a favor da liderança e 70% de conhecimento.

    • Avatar photo
      Paulo Walter

      Caro Paulo Castellar, obrigado, de verdade, por seu comentário. Como disse no texto que nos trouxe a esta conversa, creio que a liderança tem leve supremacia nas características de um gestor. Para corroborar o que digo, lembro do tempo em que trabalhamos juntos, onde a equipe teve um sucesso incrível exatamente por conta do entendimento do líder de que sua função era facilitar a gestão pelo conhecimento em cada departamento da empresa. E, na maioria dos casos, os subordinados conheciam muito mais dos assuntos específicos que aquele que estava no comando da empresa. No nosso caso, caro Castellar, sei bem, que a qualificação e o conhecimento da tropa foi o motivo principal do sucesso do Coronel.

  5. Luiz Lima

    Bela decisão, ambos têm realmente que andar juntos, mas a questão liderança têm que ser analisada com precisão, pois um bom líder passa conhecimento buscando motivação, palavra essencial que anda esquecida.
    Parabéns pela citação, e grande abraço

  6. Leonardo de Oliveira Nogueira

    Parabéns pelo artigo.
    Temos que está sempre atualizado, muito bem qualificados para novas oportunidades.
    Somente com o conhecimento podemos alcançar vôo mais altos.

  7. José Angelo S. Gil

    Paulo, excelente artigo.
    Na minha opinião depende da sua equipe.
    Se forem altamente técnicos o melhor e ter uma pessoa com liderança, caso contrário uma pessoa com alto grau de conhecimento.
    O melhor seria ter as duas virtudes em uma pessoa.

  8. Mauro Avila

    Boa Noite Paulo

    Gostei muito de seu excelente comentário e com certeza é algo que nos faz pensar e refletir muitas vezes em nossa vida profissional e que muitas vezes não sabemos qual decisão será a correta, mas sem dúvida a liderança quase sempre usa ela para liderar pessoas com conhecimento e utilizar isso de forma cuidadosa medida e motivadora o que traz resultados muito melhores do que apenas conhecimento
    Obrigado pelo comentário esclarecedor.

  9. Oziel Jorge da Silva

    Paulo Parabéns pela Matéria,

    Minha mente me levou a fatos do passado de minha caminhada profissional, tive oportunidade de viver situações de reestruturação na gestão, onde alguns funcionários mudaram de função, lembro de um excelente profissional extremamente competente com capacidade para soluções de problemas com excelência fora da curva, porem esta mudança causou duas perdas, a de um profissional competente na tentativa de liderar e a perda também de um grande líder que saiu.
    Um líder nato muda os rumos de uma organização porque lidera muitos profissionais sendo um formador de opinião e um motivador para mudanças de atitudes.
    Grande Abraço
    Oziel

  10. Leandro José Soares

    Paulo, sua reflexão foi muito pertinente e valiosa em nossa realidade atual- principalmente em função de que nossas novas gerações adquirem boa parte de seus conhecimentos da TV, Posts de redes sociais, muitos assistem um vídeo de 5 minutos sobre determinado assunto e pouco tempi depois já se sentem seguros pra discutir o assunto com qualquer pessoa.
    Precisamos sim valorizar os Grandes Líderes, pois estes conseguem estimular seus liderados a buscarem conhecimento e desenvolvimento.
    Tive a sorte de ter grandes líderes em minha jornada profissional de quase 30 anos, sendo que você com certeza é um dos destaques.
    Obrigado por compartilhar conosco suas reflexões.

  11. Alexandre Santos

    Belo artigo Paulo, leitura agradável como sempre.
    Mas ainda fico na dúvida de o que é liderança. Tive muitos chefes, mas poucos líderes. Os líderes eram aqueles que eu via valor em suas decisões e não a figura do cara que pode te demitir.

× Converse no WhatsApp
CityPubli 750 x 120