CityPubli 750 x 120
oferecimento
Esqueci minha senha
Avatar photo

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

O que é mais importante? Liderança ou Conhecimento?

- 08/06/2022

Numa manhã de quarta-feira, indo para o trabalho, me chega uma consulta por um de meus Grupos de Whatsapp: “Paulo, estou na dúvida entre os dois candidatos finalistas de um longo processo de seleção para preencher uma posição de Gerente de Manutenção. Os dois candidatos se assemelham muito em experiencia, formação, domínio de línguas, etc., etc. O que os diferencia? O que falta em um sobra no outro, exatamente nos aspectos Liderança e Conhecimento. Quem você escolheria?

In-Haus 750x120

A moeda da Sorte

Todo dia me chegam dezenas de mensagens e solicitações pelas redes sociais. Mas aquela solicitação mexeu comigo. Como assim, no escuro, sem mais detalhes, escolher entre o Conhecimento e a Liderança? Me senti como a moeda lançada ao ar, para decidir quem bate o penalty da decisão primeiro. Não havia como responder na hora.

Passei uma boa parte da minha manhã pensando no assunto, chegando a postar aqui no Linkedin a minha dúvida de meio de semana, com muitos e proveitosos comentários.

De repente minha carreira foi passando na minha cabeça, um flashback editado pela pauta do dia: Liderança ou Conhecimento? Na tentativa de responder a pergunta do dia, fui lembrando das pessoas que fizeram diferença na minha longa estrada da vida profissional, como meus chefes, gerentes ou diretores. E mentalmente fui lhes dando notas para liderança e conhecimento, dando nota também para o sucesso ou fracasso que tiveram em suas funções.

A balança do sucesso

Eureka! Na tentativa de dar uma resposta ao meu cliente, sem nenhuma premeditação, havia criado na minha cabeça uma matriz de apoio à decisão. Na verdade, matriz é um nome legal para a encucação que me assolava, pois passara a manhã inteira repetindo para mim mesmo, em meia voz, aquelas duas palavras aparentemente antagônicas, o que parecia acontecer naquele caso.

Assim é que, na minha balança mental, fui pesando um a um dos principais chefes, gerentes e diretores com quem trabalhei. O resultado foi ficando claro, muito claro, a cada nova pesagem.

Equilíbrio, diferente de estável

O sucesso na função de comandante não significa, muitas vezes, agradar os comandados. Alguns (poucos) de meus chefes não me deixaram tão boas lembranças. Mas agora, com a isenção emocional que o tempo nos propicia, consigo avaliar melhor o que foram suas “temporadas” no exercício de suas funções.

Sem alongar muito a história aqui, o resultado final foi que a característica Liderança ganhou por pouco. Muito pouco. Uns 10%, se tanto. Meus superiores com características marcantes de liderança foram mais bem sucedidos que aqueles que eram “os caras” do conhecimento.

O bom dessa retrospectiva matinal do LiderCon, é que ficou em mim a certeza de que dar o poder a líderes sem conhecimento é certeza de desastre, mais dia, menos dia. O Brasil da crise, tentando se recuperar de seus mais longo tempo de péssima gestão que o diga.

E a obviedade do quão é inócuo, para uma empresa, ter alguém em posição de mando que conhece muito mas não faz acontecer.

Registre-se que essa “balança” deve estar regulada para o terreno onde se apoia. No mundo real da gestão dinâmica, equilíbrio nunca passou perto de estabilidade. A cada dia uma regulagem.

Feliz com minha reflexão, finalmente respondi ao meu cliente com uma pergunta, no melhor estilo bumerangue: Sem conhecimento não há liderança, sem liderança de nada vale o conhecimento.

Abraços

Paulo Walter

Consultoria em Gestão Empresarial

In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
monteeuse 750x120