oferecimento
Esqueci minha senha

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Toda empresa tem a Manutenção que merece

- 21/07/2010

Alguns anos atrás visitei uma grande distribuidora de combustíveis e logo na entrada pude constatar que seu mais importante indicador de desempenho da unidade, estampado num enorme cartaz tipo placar de jogo de futebol, era o tempo de permanencia dos caminhões na planta. Um indice do tipo Porta a Porta. Media-se quanto tempo cada caminhão levava para entrar, carregar e sair.

New Sense Safety Tênis a prova de choque

Lá dentro, ao fazer minha visita de inspeção, pois meu assunto ali era a manutenção e não a operação, verifiquei que haviam 12 ilhas de carregamento de combustivel. E cinco delas estavam paradas ou interditadas.

Passando pela portaria uma vez mais, olhei o tal placar e vi que eles perseguiam uma certa meta e estavam bem proximos dela. Mais uma olhadinha e percebi que a fila de caminhões, aguardando sua vez de entrar, se perdia na longa rua.

Com a experiencia que adquiri em anos de consultoria, certas perguntas não se fazem quando em campo com o cliente, ainda mais quando a resposta está estampada em letras e numeros. Perguntei apenas quanto tempo cada caminhão ficava na fila. A resposta foi evasiva: umas duas a tres horas, cremos.

Para aquela turma o que importava, e era pelo que eram medidos pela alta gerencia operacional, era quanto tempo cada caminhão ficava lá dentro.

Fiz minhas continhas e cheguei a conclusão que se todas as ilhas estivessem funcionando, mesmo com cada caminhão demorando mais 15 a 20% do que o tempo meta, a fila se reduziria a 30% do que a existente, com redução do tempo em pelo menos 50%.

Obviamente com mais ilhas alimentando os tanques dos caminhões, a unidade faturaria mais rapido, com melhor indice de satisfacao do cliente, diminuição de custos de uma frota imensa em espera, etc., etc., etc.

Curioso para saber sobre a Manutenção da tal planta? 

“Manutenção é custo, meu caro. E estamos reduzindo custos.” Frase feita e dita, na boca do gestor da planta.
Não estava na cara. Estava nas instalações e equipamentos. E na fila de caminhões rua afora.

Fiz meu trabalho, um relatório com recomendações e tudo o que estava previsto em contrato. E uma observação no final: A fila anda. 

E registrei em meu caderninho para um dia comentar aqui no Blog – Cada empresa tem a Manutenção que merece.

E por falar nisso, como vai sua empresa?

Abraços

Paulo R. Walter
Twitter @PauloWalter
 
PARCEIROS DA REDE BRASILEIRA DE MANUTENÇÃO:
TECNOFINK – soluções de reforma, reconstituição, revestimento, manutenção, isolamento, retubagem e limpeza industrial. Acesse www.tecnofink.com
Andaime Plataforma – Além de mais seguro e produtivo, agora pode ser adquirido em 48 vezes pelo cartão BNDES. Acesse www.monteeuse.com.br
 
New Sense Safety Tênis a prova de choque
Publicado por: Paulo Walter

1 Comentário


  1. Afonso

    Bem Paulo, existem muitos casos em que a alta administração não consegue visualizar a manutenção colaborando com os resultados das organizações, assim como publicado no blog empresário da manutenção do Silas Oliveira temos que ter em mente que a manutenção agrega valor aos produtos e serviços e para que isso ocorrer a função manutenção deve se munir de práticas que valorizem a prestação dos seus serviços e também contar cada vez mais com uma administração profissional e não apenas baseada em conhecimentos empíricos e predominantemente técnicos. São grandes possibilidades de melhoria.
    Abraços e até mais!!

× Converse no WhatsApp
New Sense Safety Tênis a prova de choque