monteeuse 750x120
oferecimento
Esqueci minha senha
Avatar photo

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Linkedin para negócios em Manutenção e Facilities

- 22/09/2016

O Linkedin divulgou em maio passado que havia ultrapassado os 25 milhões de profissionais cadastrados no Brasil, o que significa, dentre seu público usuário, a terceira posição no cenário mundial, ultrapassado somente pelos EUA (128 milhões de usuários) e Índia (35 milhões).
Dados de recentes pesquisas da RBM – Rede Brasileira de Manutenção (portal www.manutencao.net), dão conta de que 92% dos profissionais das áreas de Gestão de Ativos Físicos, Manutenção e Facilities, que ocupam cargos de supervisão ou superiores, usam o LinkedIn como sua principal fonte de informação e relacionamento profissional.
Segundo a mesma pesquisa, 62% desses profissionais acessam o site pelo menos 3 vezes por semana.
Porque o LINKEDIN é uma rede social top para negócios?
Enquanto muita gente ainda vê o Linkedin como um site apenas para busca de emprego, muitas empresas já o exploram para melhorar a exposição de suas marcas, alavancar vendas e aumentar a proximidade de seus serviços e produtos de um público muito qualificado.
Considerada atualmente como o maior “hub” de troca de informações profissionais e de tecnologia do mundo, superando em muito concorrentes como Facebook, Google e Twitter, o Linkedin permite as pessoas encontrarem umas as outras, formar comunidades, saber das novidades, ler o que pensam os formadores de opinião e, sim, fazer network.
Para as empresas isto significa que a rede tem o potencial de repercutir as opiniões de seus líderes mas também de seus admiradores, usuários, seguidores.
É o local adequado para compartilhar as novidades e notícias que interessam a seus negócios, para uma audiência qualificada sedenta por atualizações, que tenham valor agregado, e sejam alimentadas com a frequência adequada.
As empresas que melhor se valem do Linkedin o fazem em três principais pontos:
– Atualização contínua sobre seus produtos e serviços, mas também de conteúdo que seja útil a quem lhe dá audiência;
– Produzem, com disciplina, formas de engajamento para manter sua marca em evidencia e presente nos interesses das comunidades específicas que necessita atingir;
– Participam e incentivam conversações relevantes nos temas que são de interesse de sua audiência.
Há empresas na Europa e EUA que já usam o Linkedin como ponto de atendimento on-line, com pessoal disponível 24/7 para responder solicitações, esclarecimentos, suporte e atender reclamações.
No modelos antigos as empresas corriam atrás dos clientes.
As redes sociais, com o Linkedin em posição de destaque, permitem os clientes saberem se existem, onde e como estão as marcas que lhe interessam.
Abraços
Paulo Walter
paulo.roberto@limawalter.com.br

In-Haus 750x120
In-haus 650x380
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp
In-Haus 750x120