New Sense Safety Tênis a prova de choque
oferecimento
Esqueci minha senha

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

INDICADORES DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS

- 02/06/2008

Os comentários que recebi sobre gestão de custos na manutenção, por si só, são uma verdadeira aula sobre o assunto. Vale uma leitura de cada um deles. E vou tecer comentários sobre o que foi colocado pelos amigos deste Blog. É material para semanas de discussão esclarecedora.
Mas vou, aproveitando a oportunidade, colocar mais lenha na fogueira. Aliás, bem a propósito porque o frio que faz aqui em Curitiba, de onde escrevo agora, só combatendo com fogo na lareira, sopa e um bom vinho. Sem falar na companhia, é claro.
Voltando aos indicadores.
Nossas pesquisas, ainda em campo, vão mostrando um cenário revelador do mundo da manutenção desse Brasilzão.
Veja que 7% das nossas empresas não tem indicador de espécie alguma, 12,26% trabalham com um único indicador e, das que trabalham sua gestão com base em indicadores, 41,13% não gerenciam custos.
E sobre gestão de equipamentos? Qual o índice?
Pois então, sendo a gestão de equipamentos a maior fonte de preocupação de nossos gerentes, ainda assim somente 33,73% das empresas aplicam ou fazem uso de indicadores para gestão das máquinas e instalações.
Talvez seja por isso que o mercado de softwares de gestão de ativos esteja tão aquecido e os cursos de PCM (Planejamento e Controle) e IDM (Indicadores de Manutenção) sejam os campeões de audiência do momento.
Ressalto a máxima do pessoal da qualidade: quem não mede não gerencia.
E quem não gerencia, vaga ao sabor da sorte.

New Sense Safety Tênis a prova de choque

Abraços

New Sense Safety Tênis a prova de choque
Publicado por: Paulo Walter

6 Comentários


  1. Elâine Souza

    CARÍSSIMO…
    Como agradeço o convite,a manutenção deve ser equilibrada e conciente,usar um percentual que não só cubra as necessidades exigidas mais tbm deixa uma margem para que a manutenção não se torne um problema em uma empresa,em minha oficina tenho para manutenção um percentual em geral de 05% do faturamento mensal,porém deixo uma margem de mais 03%para eventualidades,isso gera um conforto e segurança em relação a quaisquer eventualdidades,assim no próximo mês pode-se até diminuir meu percentual á investir…
    forte abraço
    Elâine Souza

  2. Marcio

    Muito interessante os números, mas tenho procurado e não consigo estabelecer indicadores de classe mundial para Pontes Rolantes, estou a procura de MTBF, MTTR, OEE, etc. Deveria existir um grande banco de dados onde as pessoas inserem os indicadores dos seus equipamentos para podermos nos orientar em relação a realidade do mercado.

  3. JANE MARLEN NUNES

    GOSTARIA DE OBTER UM ARTIGO OU MANOGRAFIAS DE GESTÃO DE EQUIPAMENTOS DA EXTRAÇÃO DE PETROLEO DA PETROBRAS PRECISO PARA CONCLUIR A MINHA MANOGRAFIA NO CURSO SUPERIOR EM ADMINISTRAÇÃO GERAL

  4. Ariano Pereira Dias

    Sou Gerente de Manutenção Automotiva a 25 anos, passando por diversas empresas, desde a construção de estradas até o atual Sucroalcoleiro, sou “viciado” por manutenção de frota e seus indicadores, pena que nossos colegas não tenham esta visão da necessidade de padronizarmos indices tão necessários para nosso crescimento continuo na busca da melhoria continua.

  5. Wagner Silva

    Paulo, boa noite !

    Fiquei muito feliz em saber que, existe mais um fanático por manutenção neste mundo.

    Gostaria de contribuir junto a você com parte do meu conhecimento técnico como gestor de manutenção de frota de veículos pesados ” caminhões, carretas e ônibus “.

    aguardo pelo seu pronunciamento.

    um grande abraço,

    Wagner Silva

  6. Wagner Silva

    Paulo, boa noite !

    Fiquei muito feliz em saber que, existe mais um fanático por manutenção neste mundo.

    Gostaria de contribuir junto a você com parte do meu conhecimento técnico como gestor de manutenção de frota de veículos pesados ” caminhões, carretas e ônibus “.

    aguardo pelo seu pronunciamento.

    um grande abraço,

    Wagner Silva

× Converse no WhatsApp
New Sense Safety Tênis a prova de choque