oferecimento
Esqueci minha senha

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Avaliar o gato, olhando só o rabo…

- 06/04/2009

O mercado está em transe. Vai melhorar? Está melhorando? Ou ainda não piorou tudo que podia? São perguntas recorrentes por onde ando.Nas Feiras, Congressos, Seminários, nos cursos, nas consultorias que faço pelo Brasil e América Latina, me pedem para olhar a bola de cristal portátil que trago comigo e ver o que vem por aí.

 Minha resposta é do tipo Control+V, Control+C. A mesma. – Cada caso é um caso.

As empresas estão montando (ou remontando) seus planejamentos estratégicos para fazer frente a uma situação sem precedentes. Falta histórico para analisar as falhas recentes desta crise mundial. Sem histórico, não há como ter vacinas.

Minha recomendação é não analise o gato só pelo rabo. Tenho visto muitas empresas fazerem uma revisão de seus planos olhando só para um lado, sem contemplar cenários outros que não um desastre. Muita calma nessa hora. Oportunidades e crises coexistem desde que o mundo é mundo.

Como o nosso site é uma espécie de curva de rio, onde tudo para, ficamos sabendo do que está rolando, do bom e do melhor. E do pior também.

Muitas pesquisas que promovemos no site www.indicadoresdemanutencao.com.br , são fruto de pedidos que nos chegam sobre dados e informações sobre empresas, mercados, indicadores, serviços, etc.

E é por isso que a pesquisa lançada ontem foi montada para dar aos nossos mantenautas uma oportunidade de reflexão comunitária. Todo mundo pode dar seu palpite nas forças, fraquezas, oportunidades e ameaças que estão pululando ao nosso redor.

A proposta é ver o gato por inteiro, e não só o rabo.

Vamos voltar ao assunto.

Abraços

PW

New Sense Safety Tênis a prova de choque
Publicado por: Paulo Walter

3 Comentários


  1. maria lucia s araujo

    muito boa sua esplanaçãosobreo assunto concordo tb em genero e tudo parabens

  2. Israel Ribeiro

    Caro Walter

    Sabemos que em tempo de crise, algumas medidas tem que ser tomadas a curto prazo, para sustentabilidade dos negócios.

    Mas o segundo estepe é olhar as oportunidades que aparecem nos tempo de crise, e os planejamentos estratégicos tem que continuar a ser elaborados e executados ,pois empresa sem um planejamento estratégico não terá os resultados de crescimento .

    Por isso como disse o gato tem que ser visto como um todo, para que a retomada após a crise os negócios fiquem mais fortalecidos .

    abraço
    ISRAEL RIBEIRO

  3. Silas OLiveira

    Caro Paulo,

    Excelente abordagem. Não é muito comum as empresas fazerem os planejamentos estratégicos do negócio da manutenção. As que fazem, conseguem sobreviver pois mapeam as forças, fraquezas, ameaças e oportunidades.

    Parabéns pelo artigo.

    SO

× Converse no WhatsApp