New Sense Safety Tênis a prova de choque
oferecimento
Esqueci minha senha

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

Angu do Seu Madruga

- 14/02/2008

Na madrugada de segunda para terça-feira de Carnaval, ali pelas 06h30min h da matina, saindo do Sambódromo no Rio de Janeiro, minha cabeça girava em mil pensamentos.
Apesar do cansaço (8 horas de desfile de escolas de samba do mais alto nível) o final é sempre o final. O clímax.
Acabara de ver o exuberante desfile da Beija-Flor, com todos os ingredientes que fazem o sucesso das pessoas ou organizações: um bom motivo (enredo), uma linha de ação (harmonia), linha de manutenção de motivação (samba e puxador do samba), etc. e etc.
Mas não quero me desviar do assunto que escolhi para este post. Meu caso aqui não é julgar os quesitos.
Mas falar do Angu.
O Angu do Seu Madruga.
O Seu Madruga não faz o angu. É a mulher dele quem faz. Ele não serve as pessoas. Ela é quem serve.
Ele só cobra do freguês. R$ 3,50 o pratinho. Simples assim. Ele empresta o nome ao negócio e recebe o dinheiro (se administra depois, fiquei sem saber).
Pois então. Ali, na pracinha do bairro da Praça Onze, um excelente produto (saborosissimo e quentinho), na hora certa, com o valor correto, para o público mais que correto. Um angu (ou mocotó ou sopa de ervilha – variedades do cardápio disponível) cai muito bem quando o sol está nascendo. Não acredita? Você deveria ver a fila em frente aos dois carrinhos, simples com seus toldos e o cartaz objetivo: ANGÚ DO SEU MADRUGA.
Muita gente boa neste mundo procura fazer de sua carreira ou de sua empresa um sucesso de público e vendas. E lucro.
E a coisa é simples como mostra o Seu Madruga.
Não complique. Siga as regras.
Acorde cedo.
Compre os ingredientes de qualidade com antecedência.
Prepare antes de servir ou vender.
Quantidade certa de produção é não voltar pra casa com sobra de estoque ou produto acabado.
Simplicidade não quer dizer coisa ruim.
Seja limpinho, no produto ou serviço e na sua apresentação.
Ofereça seu produto ou serviço a quem quer comprá-los. Ou pelo menos esteja onde os clientes vão passar.
Esteja no lugar certo e na hora certa.
Faça tudo com alegria que isso não tem preço.
Descobri o Seu Madruga na saída do samba, mas vou voltar lá porque se o angu estava uma delícia, fiquei mais que curioso pra saber se o mesmo acontecia com o caldo de ervilha e o mocotó. Essa parte se chama opção do cliente e fidelização.
Minha especialidade é gestão de empresas de serviços e descobri que tem a ver com angu.
Carnaval também é cultura. E aprendizado.

Abraços

New Sense Safety Tênis a prova de choque
Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


× Converse no WhatsApp