oferecimento
Esqueci minha senha
Paulo Walter

Gestão Estratégica de Negócios

Paulo Walter

 

A Gestão da Manutenção Industrial nos EUA

- 22/11/2018

A revista Plant Engineering publicou seu Estudo Anual sobre a Gestão da Manutenção em Plantas Industriais nos EUA e apontou os 7 principais aspectos estratégicos revelados na pesquisa:

1 – Estratégias de manutenção: Oito em 10 instalações de manufatura seguem uma estratégia de manutenção preventiva; 57% usam um método run-to-failure e 51% praticam uma abordagem de manutenção preditiva (PdM) usando ferramentas analíticas.

2 – Manutenção programada: 52% das instalações alocam até 10% de seus custos operacionais anuais para processos de manutenção; 35% dedicam mais de 10% deste orçamento à manutenção. A instalação média gasta 19 horas por semana na manutenção do cronograma.

3 – Atenção aos sistemas: Equipamentos rotativos (motores, transmissão de energia, etc.) e sistemas de automação da usina são as duas áreas onde as instalações dedicam mais suporte à manutenção, seguidas por sistemas de energia hidráulica, sistemas internos de distribuição elétrica e equipamentos de manuseio de materiais.

4 – Tempo de inatividade não programado: a principal causa de indisponibilidade não programada dentro das instalações dos respondentes continua sendo o equipamento obsoleto (44%), seguido por erro do operador (16%) e falta de tempo (15%). Metade das instalações planeja atualizar seus equipamentos e melhorar / aumentar o treinamento.

5 – Treinamento: As equipes de manutenção são principalmente treinadas em segurança (84%) e habilidades elétricas básicas (68%) e mecânicas (67%). Outros tipos de treinamento incluem manutenção preventiva (58%) e lubrificação (57%).

6 – Tecnologias: As tecnologias mais comuns usadas para monitorar / gerenciar a manutenção são planilhas / programações internas (55%), sistemas computadorizados de gerenciamento de manutenção (CMMS, 53%) e registros em papel de relatórios de manutenção (44%).

7 – Terceirização: A instalação média terceiriza 20% de suas operações de manutenção, e as principais causas são falta de tempo / mão de obra e falta de habilidades entre os funcionários atuais.

Fonte: Plant Engineering

Publicado por: Paulo Walter

Nenhum comentário ainda


Converse no WhatsApp