oferecimento
Esqueci minha senha
Thiago Dutra

Engenharia de Manutenção no Brasil

Thiago Dutra

 

Mercado de trabalho em tempos difíceis – Parte 2

- 09/03/2015

Olá amigos e leitores do blog Engenharia de Manutenção no Brasil no site Manutenção.NET. Hoje iremos continuar com o tema proposto por vocês através dos e-mails enviados sobre o mercado de trabalho da manutenção em tempos difíceis.

 

O atual momento da economia nacional, e mundial, diga-se de passagem, não aparenta ser dos melhores.

Boa parte dos periódicos aponta diariamente um suposto descontrole em relação à criação e manutenção do emprego no Brasil.

Apesar de não acreditar em tudo que leio e principalmente em tudo que vejo na Tv, “aberta” principalmente, e preferindo buscar dados e informações diretamente das suas fontes sem qualquer intermediário jornalístico, sei que qualquer unidade para cima ou para baixo no percentual de desemprego do país representa impacto na vida de milhares de pessoas, afinal de contas, a nossa População Economicamente Ativa (PEA) é um pouco superior a 100 milhões de trabalhadores. Sei também que infelizmente sempre haverá certo percentual de desempregados e 100% de emprego é um sonho muito distante.

 

– Mas espere aí, não estamos falando em “tempos difíceis”?

 

Sim. Tempos economicamente difíceis, mas um tempo que para nós, homens e mulheres de manutenção, pode se transformar em oportunidades, dependendo apenas da sua abordagem!

 

Na postagem anterior, convoquei todos a pensar diferente, quebrando o paradigma do “invisível” da manutenção. Literalmente mudar o nosso mundo apresentando os bons resultados que o Patrimônio Manutenção pode trazer às empresas, é exatamente assim que transformaremos os momentos difíceis em oportunidades.

 

Acredite! Essa é a hora da Manutenção!

 

Irei citar aqui um exemplo pessoal.

 

Em 2005/06, tive a oportunidade de participar de um seleto grupo que realizou o estudo sobre as falhas em um determinado equipamento em uma usina siderúrgica. Apesar de pouca contribuição direta sobre a análise técnica da falha, meu trabalho foi justamente evidenciar por meio de dados e métodos de Engenharia de Manutenção o excepcional trabalho e consequente resultado que a equipe alcançaria.

O resultado econômico direto, com o controle de “apenas” esta falha, para a empresa foi da ordem de 700mil reais por ano.

Com as informações obtidas e o trabalho realizado, faltava o marketing da manutenção funcionar, pois tal resultado ainda não era de conhecimento geral. Foi então que a oportunidade apareceu, o principal evento da empresa envolvendo boas práticas e resultados obtidos.

Para resumir, o trabalho foi o Grande Vencedor e causou surpresa a todos por simplesmente ter partido da Manutenção.

 

Onde quero chegar com isso?

 

O imenso impacto que um excelente resultado de um trabalho como este, causaria na empresa em um momento de dificuldade econômica do país!

Será que, se esta fosse uma das rotinas de manutenção, a “crise” chegaria até as nossas funções? Quantos empregos poderiam ser poupados?

 

Sinceramente não há como responder diretamente a estas perguntas, pois os fatores são muitos, mas não tenho dúvidas de que os seus chefes pensariam duas vezes antes de mirar na Manutenção!

Eis a oportunidade! Transformar uma fonte de problemas, em solução para o principal paradigma que vivemos.

 

Segue um recado:

 

Ao Empresário – Abra a sua mente e deixe de pensar que a manutenção só gasta dinheiro e que ela não tem grande importância para a sobrevivência da empresa. Pense na sua Empresa como um Corpo humano e a Manutenção como seu médico. Podemos afirmar que o Médico é o grande Mantenedor das nossas vidas, não fosse seu diagnóstico e sua atuação, ao primeiro problema pereceríamos, e graças a ele estendemos cada vez mais a nossa passagem terrena. Exatamente assim funciona a sua empresa! Investir em Manutenção é investir em sobrevida em tempos difíceis, é investir em diferencial no mercado, pois seus resultados afetarão diretamente a qualidade, segurança e o volume de produção.

Ao Gerente de Manutenção – Essa é a hora de você atuar diretamente em defesa de sua equipe através do bom trabalho realizado por ela. Fomente a realização de análises e seus impactos positivos nos resultados da empresa. Em seguida, se utilize dessas informações para justificar investimentos e promoções. Não deixe que sua equipe se aflija por um noticiário ruim.

Ao Mantenedor – Você é a chave para os excelentes resultados da empresa. Colabore com ideias, sugestões e criticas, mas sempre com foco e objetivo claro, a Melhoria Contínua dos números da Manutenção, pois eles representam o SEU trabalho. Se inclua nos resultados, e se eles não forem momentaneamente bons, não se deixe abater, absorva-os e faça o seu melhor para mudar.

 

O mais importante nos momentos de dificuldade é ter a certeza de que o máximo está sendo feito por todos para dar a volta por cima e que a chamada “nuvem negra” uma hora irá passar.

O grande diferencial é COMO ESCOLHEMOS por este momento passar.

Podemos nos preparar fortalecendo a Manutenção, garantindo assim excelentes números de produção por longos períodos, ou simplesmente reclamar quando seus equipamentos pararem se demasiadamente forem exigidos.

 

Continue nos acompanhando. Compartilhe, Curta, até a próxima.

Publicado por: Thiago Dutra

Nenhum comentário ainda