oferecimento
Esqueci minha senha
Milton Zen

Blog Magzen

Milton Zen

 

Uso de equipamentos causadores de distração do trabalho

- 12/11/2013

Amigos, o pensar em segurança no ambiente do trabalho é uma atividade que aprendemos ao longo do tempo. Isso significa que tal comportamento não é instinto natural. 

Para nós, seres humanos, o que é natural é o instinto de preservação, ou seja, ao sermos atacados, o sistema corporal se prepara para a defesa e dependendo das circunstâncias para o contra ataque imediato. 

No ambiente empresarial, está em nossas mãos todo um conjunto de ações destinadas a evitar ocorrências indesejáveis, sejam elas no âmbito da qualidade, da preservação do meio ambiente e também da segurança do trabalho e da saúde ocupacional. 

Uma ocorrência indesejável, no caso do trabalho é caracterizada como um acidente do trabalho, podendo ser classificado como pessoal ou material. 

Como um acidente sempre é desencadeado por situações concorrentes ou ainda concomitantes, significa que ele acontece por vários motivos. 

A investigação da causa raiz é, então, sempre um grande desafio para os comitês de investigação da empresas. 

Estatisticamente falando, 96% (noventa e seis por cento) dos acidentes, ocorrem por uma questão comportamental, ou seja, nós seres humanos poderíamos tê-los evitado simplesmente estando mais atentos a normas e procedimentos, que devem ser aplicadas desde o momento da concepção de um projeto até a entrega do produto ou serviço. 

Para que possamos agir adequadamente com vistas a evitar acidentes, a melhor maneira é termos um Comportamento Preventivo, que significa identificarmos antecipadamente e controlarmos as variáveis da atividade no presente para que isso resulte em redução da probabilidade de consequências indesejáveis no futuro, para si e para o outro. Isso significa que tais ações estão em nossas mãos. 

Isso é o princípio do cuidado ativo, que representa na sequência: cuidar de mim, cuidar do outro e permitir ser cuidado. 

Acredito que tenham percebido que essa definição está embasada no AMOR ATIVO, que diz: Amar a si, ao próximo e permitir ser amado. 

Dentre os fatores que mais concorrem para a ocorrência de um acidente está a distração e a falta de cumprimento de procedimentos ou seja, falhas na disciplina operacional. 

E o que é Disciplina Operacional? 

É o ato de respeitar normas e procedimentos operacionais e administrativos. 

Isso significa que vários padrões são determinantes para evitar acidentes, sejam eles materiais ou com pessoas. A falha na disciplina operacional nos leva, portanto, a concretização de um ato fora ou abaixo do padrão. 

E o que é Ato abaixo do padrão? 

É a ação ou omissão (testemunhada ou não) que contrariando preceitos de segurança ou conduta esperada pode causar ou favorecer a ocorrência de acidentes. 

Exemplos:

– Deixar de usar EPI – Equipamento de proteção Individual, quando e onde necessários;

– Usar celular, smartphone, tablet, etc, em momentos específicos de trabalho;

– Dirigir veículo acima da velocidade permitida;

– Dirigir veículo falando ao celular sem utilizar viva voz;

– Desrespeitar a sinalização de segurança ou de isolamento;

– Obstruir equipamentos de  combate a incêndios, etc.  

– Atravessar a rua fora da faixa de pedestres,

– etc…

 As situações apresentadas acima demonstram claramente que consequências indesejáveis podem ser evitadas, pois dependem única e exclusivamente de nosso próprio comportamento.

 Vimos desenvolvendo em nossas empresas várias ações no sentido de reduzir acidentes, tais como a implementação de sistemas de gestão de SSO e nele realiza-se Auditorias internas e externas, Inspeções de Segurança, Verificações Programadas de Segurança, Verificações de Ciclos de Tarefa, Diálogos de Segurança, SIPATMA – Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho e Meio Ambiente, etc.  

Várias campanhas foram desencadeadas, não apenas por parte das empresas e seus parceiros terceiros, mas também por parte do governo federal no sentido de agirmos de maneira adequada diante de fatos de nossa rotina e em nosso ambiente do trabalho. 

Assim, convido a todos a envidarem ainda mais esforços no sentido de eliminarmos tais comportamentos indesejáveis de nosso ambiente de trabalho, estando mais atentos às normas e procedimentos e cumprindo-os de maneira a evitarmos ocorrências indesejáveis. 

Exemplos de vídeos disponibilizados na internet são inúmeros e alguns estão listados nos links abaixo: 

  1. https://www.youtube.com/watch?v=M_m22ymaSaY
  2. https://www.youtube.com/watch?v=0qICexkLIiE
  3. https://www.youtube.com/watch?v=LS5s7Y6Rnck
  4. https://www.youtube.com/watch?v=vJK2HOJNowQ 

Um item que preciso mencionar é a questão do exemplo. 

Crianças crescem olhando as costas dos pais e tudo aquilo que virem ou perceberem será um fator influenciador para que possam realizar boas ações. 

No trabalho, os subordinados se desenvolvem utilizando como exemplo seus superiores hierárquicos. Isso significa, que se desenvolverão adequadamente e respeitarão normas e procedimentos se tiverem em seus superiores bons exemplos. 

Um líder, jamais deve se comportar como um contra exemplo. Ele necessita deixar claro seu posicionamento diante das diversas situações, mostrando a seus subordinados que é um profissional comprometido com a causa e no íntimo do seu ser é principalmente um convertido. Ou seja, estará sempre presente apoiando seus colaboradores. 

Cenas incentivadoras estão presentes no link abaixo: 

https://www.youtube.com/watch?v=vnGrjinOwuk

Mudar é sempre uma questão de foro íntimo, está em nossas mãos fazermos o melhor.

Nosso comportamento é o resultado de nossas atitudes mentais, daquilo que queremos ou acreditamos ser possível realizar.

Tudo, portanto, é uma questão de CVCP – Consciência, Vontade, Compromisso  e Persistência.

A série de vídeos do NAPO podem ajudar bastante no desenvolvimento de nossos profissionais. Recomendo utilizá-los.

Segue um exemplo no link: https://www.youtube.com/watch?v=ujwRicqL0d0

Após essas informações, convido a todos a buscarem alternativas de dar o seu melhor  evitando exposição a situações indesejáveis de riscos, que poderão resultar em acidentes pessoais e materiais.

Milton A G Zen

Eng. Segurança do Trabalho

Publicado por: Milton Zen

2 Comentários


  1. VITOR BONATO PACHECO

    EXCELENTE! SOU ENG. ELETRICISTA E ESTOU CURSANDO POS EM ENG. SEG. DO TRABALHO PELA PUC MINAS. ESTOU NO INÍCIO DO CURSO AINDA. GOSTEI MUITO E ESPERO QUE POSSA CONTAR COM O SEU APOIO QUANDO PRECISAR. FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO!

  2. Jader Lace Campos

    Gostei. Muito oportuno, Parabéns