oferecimento
Esqueci minha senha
Milton Zen

Blog Magzen

Milton Zen

 

ENVOLVIDO, COMPROMETIDO OU CONVERTIDO

- 14/08/2009

Muitos perguntam: Por que os diversos níveis de chefia de uma empresa apresentam-se diferentemente engajados nos projetos empresariais? A mesma questão vale para os demais colaboradores.

Gostaria de lembrar-lhes a composição do “bife a cavalo”: a galinha fornece o ovo, o boi o bife. Ou seja, a galinha está envolvida com o processo de formação do bife a cavalo e o boi, verdadeiramente comprometido, visto que deu sua vida para que o mesmo existisse.

De acordo com o dicionário Michaelis, envolver significa: enrolar-se, embrulhar-se, cercar, rodear, circundar, incluir-se, comprometer-se. Já o significado de comprometer é: obrigar-se por compromisso.

Já conforme o dicionário Houaiss, envolver significa: cobrir-se com invólucro, enrolar-se, tomar parte em, e o significado de comprometer é: expor-se a risco, dar como garantia moral, obrigar-se por compromisso.

Pois é, o sentido de comprometer-se acrescenta o sentido de obrigação, de responsabilidade moral. Essa percepção é sutil, mas muito importante. Muitos dos projetos desenvolvidos em nossas empresas ganham apenas o envolvimento das pessoas e assim se desenrolam sem participação efetiva da liderança e colaboradores e os resultados esperados deixam de ser alcançados. Mas, os projetos que possuem um compromisso forte dos líderes e colaboradores resultam muito melhores.

Outro exemplo é: “João, você pode arriscar-se nesse projeto, pois estou lhe dando todo apoio, e, além disso, estou logo atrás de você. Se precisar de algo, estou à sua inteira disposição”. Tais palavras são corriqueiras nas empresas, mas não trazem consigo o compromisso do líder, pois quem se arrisca não é ele, e sim o colaborador. Quem garante que o líder estará pronto para proteger o colaborador no momento necessário?

Outra situação é a do general que manda seu soldado para o front e diz a ele que tudo que ele necessitar lhe será fornecido, ou mesmo, lhe será garantida a vida. Pois bem, o general está bem protegido no quartel enquanto o soldado está completamente exposto. Esse pensamento não possuía o General Patton, famoso por suas ações no front na II Grande Guerra, pois estava sempre ao lado de suas colunas.

Percebem que os resultados poderiam ser melhores se houvesse por parte dos líderes e dos colaboradores um sentimento ainda mais profundo pelo projeto em desenvolvimento? Que sentimento seria esse?

Eu afirmo que é o mesmo sentimento que possui um crente. Crente é aquele que possui uma fé que leva tudo demasiadamente a sério e acredita num ente superior.

O que é ser um verdadeiro crente?

O conceito necessário é o de ser um convertido. Converter segundo os mesmos dicionários significa mudar uma coisa em outra, mudando sua forma, seu estado ou sua propriedade. Fazer mudar de crença, de opinião, abraçando novo credo religioso.

Pois é, assim posso afirmar que uma Liderança Eficiente e Eficaz começa em nós mesmos. Se desejarmos que as pessoas hajam de maneira efetiva, devemos lembrar que um processo de mudança do comportamento externo das pessoas jamais será duradouro se não houver uma mudança interna.

Assim, a verdadeira mudança no comportamento ocorrerá quando houver mudança no CORAÇÃO (Espírito). É lá que está nossa essência.

Portanto a mensagem que devemos levar ao próximo deve ser aquela em que nos tornemos pessoas diferentes, não apenas em agirmos de maneira diferente. “Devemos aprender a não apenas fazer coisas boas, mas em sermos pessoas boas”.

Assim, posso dizer com certeza que, devemos atuar no coração para obtermos mudanças reais e assim alcançarmos resultados que além de serem eficientes serão eficazes.

Portanto, podemos acrescentar ao texto o conceito sobre Líderes que são dois os tipos: Líderes acima de tudo, e Servos acima de tudo.

Líderes acima de tudo: São os que naturalmente tentam controlar, tomar decisões, dar ordens. Não gostam de feedback porque o vêm como ameaça à sua posição, que é exatamente o que mais querem manter.

Líderes que são servos acima de tudo: São chamados e não levados a liderar, pois desejam ser naturalmente útil. São libertos em relação à sua posição. Além disso, sentem-se bem com o feedback, porque acreditam que assim poderão servir melhor.

Portanto, o líder eficaz sabe realizar sua abordagem em três áreas: Comportamental (Mãos-Corpo), Intelectual (Cabeça-Mente) e Emocional (Coração-Espírito).

Por último menciono Mateus 12:25: “Jesus, porém, conhecendo-lhes os pensamentos, disse: Todo reino dividido contra si mesmo ficará deserto, e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma, não subsistirá”.
O que quero dizer com isso?

Bem, se desejamos obter resultados eficientes e eficazes, precisamos estar unidos, isso quer dizer que todos devem estar convertidos. Acreditar e agir no sentido do bom comportamento é primordial para que nossas empresas sejam perenes.

Milton Augusto G Zen
www.magzen.eng.br
magzen@magzen.eng.br
magzen@uol.com.br
magzen@manutencao.net

Publicado por: Milton Zen

13 Comentários


  1. Jorge Videira

    Excelente artigo. Embora seja dificil aplicarmos literalmente em qualquer corporação com raras exceções.

    Sds.

  2. Fábio Alexandre Ramos

    Parabéns mestre, acredito também que apenas o envolvimento não seja suficiente para atingirmos os objetivos almejados, penso que falta um sentimento se propriedade, assim como o professor Luiggi falou em sua aula de quinta, para que tanto os lideres como os colaboradores estejam ralmente dispostos a mudar seu comportamento para um bem comum.
    Abraços.

  3. Gilberto Dos Santos de Brito

    Parabéns Mestre, hoje na empresa em que trabalho estou enfatizando aos colaboradores este conceito, por que somente assim alcançaremos o sucesso. Ótimo texto, obrigado.

  4. Lauro Nakamura

    Boa Noite !
    O verdadeiro comprometimento entre os integrantes do time realmente faz toda a diferença no resultado final. Podemos comprovar esta diferença ao assistirmos um jogo de volleyball, onde além da técnica, a dedicação e a obediência acabam fazendo a diferença entre equipes vencedoras e perdedoras. Percebe-se de longe, que a liderança é capaz de tornar um grupo comum em um time invencível!
    Assim como no esporte, no mundo corporativo ocorre o mesmo. Para que a companhia tenha sucesso, ela precisa cultivar líderes que vivam, acreditem, influenciem e entusiasmem suas equipes a buscar o sucesso.

    Lauro Nakamura
    Turma 23 EGM

  5. Alan Gomes

    Boa noite pessoal !
    Bom, realmente algumas frases escritas no texto, é o dia-a-dia que vivemos no meio profissionalmente , existe muitas pessoas neste tipo de situações, porem estamos sempre aprendendo melhorar e como se lidar com as pessoas, a idéia e realmente ajuntar todos os esforços para podemos realizar o melhores projetos (tanto na vida profissional , quanto na vida pessoal), não importa ser líderes acima de tudo ou líderes que são servos acima de tudo, mas sim um líder que ver sempre vai ser lembrado pelos o seus colaboradores.

    Alan Barbosa Gomes
    Turma 23 EGM

  6. Wilson Quirino de Matos

    Bom dia Pessoal!!
    Penso que temos que usar o conceito do CHA em nosso dia-a-dia, ou seja, não apenas saber “C”, e saber fazer “H”, mas sim engajarmos no querer fazer “A”, pois nossa atitude é primordial para alcarmos os resultados por nós esperados.
    Devemos deixar de procrastinar, o tal de “empurrar com a barriga”, pois temos sim é de ter atitudes que reflitam nossa ações, e possar converter nossos liderados.

    Wilson Quirino

  7. Pedro Sukadolnik Neto

    Realmente para alcancar o resultado esperado em um novo projeto, o qual significa uma mudança, sempre esbarramos na resistencias normais das pessoas as mudanças.Para conseguirmos o resultado esperado é necessario “converter” a pessoa nesta nova crença, nova regra.
    Somente chegaremos ao resultado esperado atraves da nossa mudança interior e das pessoas que nos cercam.

    Pedro Sukadolnik Neto

    Turma 23 EGM

  8. Rodolfo Dias

    Ola Srs.

    O Artigo trás a tona a verdade dentro de muitas empresa, poucos comprometidos e muitos envolvidos, independente da posição na pirâmide hierárquica.
    A busca pela excelência tem tornado cada vez mais importante o comprometimento coletivo, o que torna os lideres fundamentais no processo de conversão para essa excelência, a eles cabe não só cobrar, mais também ser comprometido e convertido, acima de tudo sendo exemplo.

    Rodolfo Dias

  9. Francis Vaz

    Engraçado perceber como a nossa língua prega tantas “pegadinhas” no que diz respeito a palavras com significados similares.
    Pois bem, dito isso, como pode existir um líder que não é comprometido com a sua liderança? Não sendo comprometido, ninguém irá seguí-lo para um mesmo fim.
    Exemplos de falta de comprometimento com o objetivo e com grupo são mais que comuns, basta olhar no cotidiano. Muitos times de futebol, digo técnico e jogadores, apenas se contentam e envolver-se com a atividade. Com isso, o resultado dessa atitude muitas vezes pode acabar na segundona!!
    Mudança sem compromisso é a mesma coisa que conservadorismo.

  10. Carlos Feitosa

    Infelizmente nas empresas existem os funcionários que resistem as transformações necessárias neste mercado globalizado, onde é de fundamental importância o envolvimento e principalmente o comprometimentos de todo o grupo para atingirmos os objetivos.
    É nesta hora que é imprescindível a atuação do líder mostrando a importancia nas mudanças e a real necessidade da implementação, para que possa manter-se no mercado competitivo.

  11. Flaviano Escobar Silva

    Conceitos essenciais de liderança servidora são enfatizados no Best Sales “O Monge e o Executivo” de James C. Hunter.
    James descreve em diversos parágrafos o perfil de um executivo bem sucedido e reconhecido no meio empresarial pelos seus feitos grandiosos e ainda, exemplifica que os verdadeiros líderes devem dedicar parte integral do seu tempo a servir de corpo, alma e mente as equipes.
    Podemos incrementar no perfil de um líder servidor o senso de propriedade (ser dono), pois, quando fazemos atividades para nós mesmo, fazemos com a máxima perfeição e dedicação.

  12. Glauco Bernadino Coelho

    Olá mestre! Gostei muito do texto e acho que vale a pena ressaltar a parte da mudança, é importante sabermos que quando mudamos, as pessoas ao nosso redor mudam, e quase impossível o contrário. Não podemos esperar que as pessoas e situações mudem, nós precisamos ser sempre os agentes da mudança (pra melhor claro!) em todos os campos de nossa existência. Terminando meu comentário, se mudamos e nos tornamos comprometidos dentro de uma equipe, com certeza esse comprometimento será refletido e absorvido por todos, parabéns!

    Glauco.

  13. marcelo stivanelli

    Boa Tarde Srs.
    Realmente é muito complicado para um colaborador se empenhar ao máximo em um projeto quando não recebe apoio de seu lider , mas acredito que esse tipo de liderança mediocre que usa seu subordinado como escudo um dia vai acabar, com todas essas mudanças que ocorrem frequentemente os colaboradores que mudam e evoluem passam a imfluenciar quem está ao seu redor, e não é difícil evoluir acho que muita fé, determinação e ética são as bases para se criar uma boa estrutura na vida, e é isso ai parabéns a todos nós.