oferecimento
Esqueci minha senha

Crônicas do Chão de Fabrica

cronicas

 

Encontro histórico no elevador

- 05/10/2012

Numa dessas tardes de verão, quentes, abafadas, comuns ao Brasil, numa dessas empresas típicas que a gente encontra país afora,  o cara da Manutenção entrou correndo esbaforido no elevador. Cumprimentou com um educado “boa tarde” aos que já estavam dentro da cabine, apertou o botão do sete do andar da diretoria, que já estava marcado, e aguardou as portas fecharem e o equipamento começar a subir.

De repente, ali pelo quarto andar talvez, a máquina estancou e a luz interna se apagou. A luz de emergência funcionou, iluminando tenuemente as figuras dentro daquela pequena prisão momentânea  O cara da Manutenção, que estava de frente para o painel, virou-se e começou a tranquilizar seus companheiros de infortúnio: – Fiquem calmos, não há motivos para …

O cara da Manutenção era experiente. Achava que já tinha visto e passado por tudo naqueles mais de vinte anos de empresa, sempre cuidando da Manutenção. Mas, ali na sua frente, dentro e presos no mesmo elevador, não podia acreditar, estavam simplesmente o Saci Perere, o Papai Noel e o Boi da Cara Preta. Esfregou os olhos e olhou de novo. Forçou a vista um pouco mais. E eles continuavam lá.

Com sua natural característica dedutiva, o cara da Manutenção, sem tirar os olhos arregalados dos três,  começou a alinhar pensamentos num velocidade extrema, como demandava a situação. Algo do almoço? O remédio da homeopatia? Alucinação a posteriori depois de entrar na subestação? Algum produto químico da limpeza do elevador?  Um baile a fantasia no horário de expediente? Algum programa novo de integração de minorias? Seriam acionistas? Fiscais? Auditores? Venderam a empresa? Uma pegadinha? A roupa do Papai Noel tá apertada. O saci tava fumando numa área não permitida. O boi tinha a cara preta mas não era assustadora, como sempre imaginara…

Meio que saindo do choque inicial, o nosso herói da Manutenção, sentiu um arrepio quando o Saci perguntou, sem tirar o cachimbo da boca: – E agora, como nois sai dessa enrasqueira?

a continuar …

Publicado por: cronicas

2 Comentários


  1. Paulo guedes

    Papai noel e saci pererê, não existem. O boi da cara preta não é tão feio, pois é só manter a calma e usar o botão ou telefone de emergência que logo o socorro chega.

  2. Castello

    Tudo isso não passa de Folclore, em situação critica como a do elevador, seria analisar qual a falha com calma…no caso ai, seria o fone de emergência do elevador e esperar voltar a energia eletrica.