oferecimento
Esqueci minha senha

Crônicas do Chão de Fabrica

cronicas

 

Bons tempos…

- 14/09/2012

O tempo é professor. O melhor de todos.
E, antigo, sou do tempo em que trabalhar na manutenção era coisa pra macho. A gente pegava pesado, não tinha medo de nada. Encarava os problemas e fazia as máquinas trabalharem, custasse o que custasse. Subia em qualquer estrutura, telhado ou máquina. Nenhum receio em atacar na mão livre a falha exposta ou escondida. Total confiança, total dedicação.
As vezes chegavamos a exaustão, mas nada de desistir, pois afinal, havia uma missão a cumprir. Certo?
Errado. Completamente errado.
Soldar sem máscara. Trabalhar em altura sem cinto e ancoragem. Nada de proteção auricular. Óculos e luvas? Pra que?
Tempos de heroísmo. Tempos de ignorancia.
Não existe espaço para heróis na empresa moderna. São dispensáveis e até, arriscaria, são nefastos.
Precisamos de profissionais que saibam o que fazer sem colocar suas vidas e de seus companheiros em risco.
Dentre as metas e objetivos não se inserem menos dedos decepados, menos surdez, menos mortes. Nesses indicadores o mínimo é o máximo. Zero acidentes.
Se a empresa bate palmas para quem faz da vida profissional um circo de aventuras e horrores, desconfie. Mais dia menos dia é caixão. Um elogio ao pé da cova e babau.
Super-homem, Batman, Homem-Aranha, só no cinema. E olhe lá.

Abraços

Paulo Walter

Publicado por: cronicas

Nenhum comentário ainda