oferecimento
Esqueci minha senha

Indústria 4.0: mas cadê os dados?

- 17/03/2018

Aos poucos o conceito Indústria 4.0 vem se fazendo presente nos cenários das indústrias no Brasil e no mundo. A crise tem influenciado e estagnado o desenvolvimento de muitas organizações no nosso país. Entretanto, já se avista uma luz no fim do túnel e todos devem estar preparados para que o crescimento seja novamente uma realidade.

Já não é de hoje que ouvimos a expressão: “quem não mede não gerencia!” e mesmo assim empresas têm dificuldade em trabalhar com indicadores que informem os resultados e principalmente, o desempenho de seus processos e até mesmo de seus próprios sistemas de gestão. Muitas organizações têm dificuldade em definir os indicadores a serem utilizados, ou definem os indicadores mas os critérios não são claros (não se sabe ao certo a finalidade do indicador e quais são os requisitos do mesmo). Outro ponto importante é a credibilidade do indicador, tão importante que é abordado também pela Gestão de Ativos (acuracidade e demonstração de resultados).

A aplicação de novas tecnologias e automatização de indicadores pode contribuir para velocidade e confiabilidade dos números, auxiliando os gestores nas tomadas de decisão. Porém, uma pesquisa da Confederação Nacional da Indústria – CNI revela que o conhecimento da indústria brasileira sobre tecnologias digitais e a sua incorporação à produção, pré-condições para o avanço da Indústria 4.0, ainda é pouco difundido: 42% das empresas desconhecem a importância das tecnologias digitais para a competitividade da indústria e mais da metade delas (52%) não utilizam nenhuma tecnologia digital de uma lista com 10 opções. Isso é preocupante, mostra a demora que nossas empresas têm em entender as mudanças e o novo cenário que está por vir.

A McKinsey estima que, até 2025, os processos relacionados à Indústria 4.0 poderão reduzir custos de manutenção de equipamentos entre 10% e 40%, reduzir o consumo de energia entre 10% e 20% e aumentar a eficiência do trabalho entre 10% e 25%.

 

Os números mostrados acima são desafiadores e indicam uma necessidade de mudança nas organizações. É importante levar em consideração que mudanças aliadas a uma boa gestão transformam uma organização, e para que esta gestão seja eficiente e focada em resultados, é preciso saber o que está acontecendo no processo. Transformar dados em informações é imprescindível para a gestão moderna e os desafios a serem enfrentados. A tomada de decisão por parte de um gestor deve ser feita com base em fatos e dados, ou seja, em informações!

Com o advento da Indústria 4.0, Big Data, IoT, Inteligência Artificial, aliados ao alto nível de sensoriamento nos processos, as decisões serão tomadas de maneira mais fácil, rápida e assertiva, e em tempo real! Entretanto, para isso ainda temos um longo caminho pela frente. E aqui vale uma reflexão: como está sendo feita a gestão dos indicadores da sua organização? Como as decisões estão sendo tomadas? São utilizadas ferramentas estatísticas na análise de dados para geração de informação? E, talvez, a questão mais importante das já discutidas: temos dados suficientes e confiáveis?

Pense nisso. Está aberta a discussão.

Me Alessandro Trombeta

MBA em Gerenciamento da Engenharia da Manutenção

Supervisor de Manutenção na Cocamar Cooperativa Agroindustrial

Professor de Engenharia e Gestão da Manutenção (UniCesumar e Uningá)

 

Referências:

CONFEDERAÇÃO NACIONAL DA INDÚSTRIA. Indústria 4.0. Sondagem especial. Brasília, n. 66, maio 2016.

MCKINSEY GLOBAL INSTITUTE. Unlocking the potencial of the internet of things. jun. 2015. Disponível em: https://www.mckinsey.com/business-functions/digital-mckinsey/our-insights/the-internet-of-things-the-value-of-digitizing-the-physical-world

Publicado por: Alessandro Trombeta

2 Comentários


  1. Carlos Roberto Martins Junior

    Industria 4.0

  2. Antonio Araujo - Msc USP

    Texto muito bem fundamentado, precisamos deixar de sermos meros usuários da tecnologia. Nossos centros de pesquisas não podem continuar sendo sucateados.

Converse no WhatsApp